Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

Baralho de Cartas (TAG)

Peço desculpa, mas já não sei onde vi e quem criou esta tag. Se alguém souber, diga-me por favor que eu ponho aqui. Bem, vamos lá!


Ás de Ouros - Ter muitos livros pode ser considerado uma herança. A quem deixarias os teus livros num testamento.

WHAT? Provavelmente a uma instituição de solidariedade ou assim.


Dois de Copas - Um casal improvável com bastante em comum. Junta duas personagens de livros diferentes mas que funcionariam como casal.

Esta foi dificil. O Ed de Why We Broke Up e a Crista de Gabriel's Inferno. Haviam de ser um par jeitoso...

 


Sete de Paus - Depois do trabalho árduo, a recompensa. Aquele livro com uma escrita difícil mas super endoidecedora.

Uma escrita dificil e super endoidecedora? Isso é bom ou mau? Olha, vou pelo bom, que é o Gabriel's Inferno e que me fez render completamente à escrita do autor.


Valete de Espadas - De batalhas é feita a história. Uma passagem descritiva de guerra/batalha que tenhas gostado de ler.

Isto foi durante uma fuga, num livro que tem IMENSA guerra:

“Tania, last time in Morozovo, I let you go, but not this time. This time we live together or we die together.”


Rainha de Copas - Figura forte e cheia de poder. Revela-nos um livro escrito por uma mulher que tenhas gostado muito.

Para não estar sempre a repetir-me, vou escolher outar coisa. Independentemente de ter abandonado o terceiro livro desta trilogia, no primeiro, Daughter of Smoke and Bone, adorei a heroína.


Joker - Num jogo sempre que o Joker aparece o valar das cartas altera-se. Qual foi o autor que entrou na tua vida e mudou muita coisa.
Rainbow Rowell, obviamente.