Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Vampire Academy - trailers

Tarde de sábado, procrastinando o estudo de Patologia Forense para o exame de segunda, vendo o último episódio da primeira temporada do Sherlock, estou eu a pensar em novas formas de melhorar o meu blog quando surge a ideia de discutir as adaptações cinematográficas de livros, que às vezes correm muito bem e outras vezes nem por isso. Nisto, aparece o novo TV Spot de Vampire Academy e acabou-se: tinha de falar.

 

A minha história com a Academia de Vampiros já deve andar algures neste blog, mas vou voltar a contá-la. Conheci esta série a partir do momento em que fiz conta no Goodreads, porque era das mais aclamadas, e apareceu como sugestão. Sendo eu uma amante de vampiros, pus na lista de espera, mas não era nada de novo. Até que surgiu o primeiro trailer ao filme, e tudo me caiu aos pés.

 

 

Acho que ninguém compreende o meu desespero naquele momento. Euzinha, que só via toda a gente a falar da Rose e do Dimitri e cenas e VA aqui e ali, e depois vem este pequenino video destruir toda a minha ideia pré-existente (e totalmente errada) que eu tinha.

 

Eu nunca vi o Mean Girls por isso não sei até que ponto é assim tão boa (em termos cómicos e de sassiness), mas sempre ouvi referenciarem este filme como um ícone. Depois aparece-me este filme, do mesmo realizador, que transpira ironia em relação aos vampiros, fazendo uma apreciação nada fiel do género. O foco principal para mim é o típico drama teenager, onde as únicas preocupações são o baile de finalistas e andar a beijar tudo o que mexe. Isto já funcionou muito bem, mas após passado tanto tempo, o facto de ainda apostarem nisso pareceu-me completamente ridículo.

Depois, aquelas presas, oh god, por onde começar? É que nem se esforçam para as fazer parecer reais... E aquele negócio do 'blood is family, blood is lálalá' só piorou o quadro geral. Chegou a parte da nudez e depois gajos a lutar que em vez de espetarem logo as estacas anda a dar piruetas e a minha opinião estava feita: que nhanha.

 

Mas não me fiquei por aqui, e li os livros. Reforcei então a minha opinião sobre o trailer. O problema agora é que eu adorava a série, e não me estava nada a apetecer uma má adaptação, que ridicularizasse uma série da qual eu gostei tanto. Surgiu o segundo trailer:

 

 

What the fuck, foi a minha reacção. A cena inicial é das piores cenas de vampiros que eu tenho visto. Quer dizer, câmara lenta num plano aproximado de presas CLARAMENTE super-falsas, aquela mordida que parece que ela se estava a afundar num buffet de bolo de casamento... Foi preocupante, ainda por cima porque agora já conhecia todos os personagens e tinha sentimentos associados a eles. A Lissa não era a minha Lissa, e a Rose... Bem, aguentava-se. Apareceu um gatinho, um auditório, O DIMITRI... As coisas já estavam a tomar um bom balanço, mas mais uma vez apareceram mil vezes aquelas presas compradas numa loja de máscaras de 5ª categoria. Eu gostava mesmo de compreender o porquê disto tudo, porque não é preciso tantas fangs à mostra para o público perceber que o filme é sobre vampiros, quer dizer, o nome é VAMPIRE Academy, duh. Continua com os treinos dos dampiros, a Rose a levar uma bolada, a discussão no escritório da Kirova (que eu imaginava mais velha e bem menos sexy) e com todo o humor nesses segundos, aceitei então que apesar das limitações, o filme tinha potencial, porque claramente tinham focado o humor que é dos maiores atributos do livro (e o Dimka tinha dito a primeira palavra, por isso eu estava ao rubro). Só que o que é bom dura pouco. Quem, oh my god, QUEM É QUE NO SEU PERFEITO JUÍZO ESCOLHE UMA MIA DE CABELO CURTO? Sem comentários, o que é que eu posso dizer? A menina até pode ser uma boa actriz e tal, mas... Não, pá, um dos maiores atributos da Mia era os seus caracois loiros, agora vem-me esta de cabelo todo radical e com altas frustrações...

Continua o trailer, mais umas piadas e uns acontecimentos supostamente misteriosos, que pronto, acontecem.  Dragozera aos beijos, yay! Kirova a trepar em cima de um gajo qualquer na sua secretária, wtf? who cares? O Christian com sotaque britânico, epá pára tudo. Eu adoro o Dominic, mas... O Christian não tinha sotaque britânico, acho que a produção podia ter investido mais na perda de sotaque (e na coerência da cor dos olhos do bicho, porque lá porque o Dominic tem heterocromia, o personagem dele não tinha de ter). Romitri zen a fazer uma coreografia estranha, mais piruetas patéticas, lobos (que eu não me lembro nada de existirem na série), mais umas piadas, o Dimitri em tronco nu e mais umas coisas lá pelo meio e no final eu estava quase como comecei, porque não sabia se as coisas que eu gostava ultrapassavam as que eu não gostava. Basicamente, fiquei num impasse.

 

E hoje sai-me esta pérola:

 

 

A este ponto já tinham saido montes de imagens promocionais, montes de especulação sobre o bom desempenho dos actores (é ridiculo existirem tantos haters, só porque os actores não são os personagens que as pessoas imaginaram na cabeça), havia pouco tempo que tinham existido re-gravações em Londres, anda tudo com as hormonas aos saltos. Ontem, caiu na net um vídeo promocional que passou num cinema e que tinha a cena do colar (lust charm para quem prefere em inglês) e anda o fandom todo desvairado. O trailer começa com um plano NADA já visto nos filmes do Crepúsculo, mas fuck it, a apresentação que se segue até é boa e tem finalmente a atractividade que chama um espectador a ver um filme. Aparece a cena do Dimitri e da Rose a lutarem com as estacas no meio das árvore e só me apetece enfiar uma caneta no olho de alguém; já saíram milhentos stills desta cena, de todos os ângulos possíveis e imaginários, já tou cheia desta cena, quando a vir acho que vomito. O Victor, que eu já tinha gostado imenso nos trailers anteriores, fez-me gostar ainda mais dele pela semelhança com que representa o 'meu' Victor. Mais lobos e mais wtf? Honestamente, eu tenho uma memória de peixe, mas não me lembro nada disto... Deixa, o Dimitri aparece, com o seu cabelo lindo e maravilhoso, com a Alberta ao lado (que não é nada como eu imaginei, mas que resulta muito bem). Antes disso, mostram muito brevemente a Sonya Karp, que a meu ver, promete muito nesta adaptação. Uns strigoi lá pelo meio (que eu imaginei que fossem mais sexys, literalmente, estes parecem zombies) e o meu Dimka a espalhar murraças pela população como o Warlord que é (muito badass esta cena, estou ansiosa), só que perde-se lá pelo meio nos seus passos de bailado russo e com aquela pirueta que NÃO PERCEBO COMO É QUE AJUDA A MATAR STRIGOI.

E depois, oh god depois. É inverno, está chuva e frio, mas ficou muito calor muito de repente. Jesus, lord, como é que alguém duvidou dos skills do Danila para interpretar o Dimitri... Pronto, nem toda a gente se deu ao trabalho de ver pelo menos um filme em que ele já tivesse entrado, porque era tudo em russo, mas julgarem-no pela atractividade... Quer dizer, o homem é sexy, e não me digam que não. E lá porque não tem umas costas super hiper mega musculadas, não é gordo! Esta cena foi claramente filmada com muita fome, porque isto está selvagem. Vai ser interessante de se ver (omg, admirem-me a linha mandibular deste homem!).

 

Neste momento já me encontro ligeiramente mais sossegada, este último trailer já foi mais assegurador, porque estava a ver a coisa preta para estes lados. É claro que isto pode desmoronar tudo e o filme ser uma nhanha, mas até lá esperaremos e veremos depois o que se vai seguir. Quero mesmo que isto resulte, porque está a haver um mar de adaptações de sagas que se ficam só pelo primeiro volume, e os livros ficam mal falados pela avaliação que se faz dos respectivos filmes.