Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Uma Sombra Sobre Florença (The Shadow)

 

Autor: Sylvain Reynard

Edição Portuguesa: Chá das Cinco

 

Sinopse

O Príncipe voltou, professando o seu amor por Raven Wood, que terá de tomar uma decisão difícil: permitir que o Príncipe vingue o passado que ainda a atormenta ou persuadi-lo a deter-se. Mas há muito mais em jogo do que apenas o coração ou os sentimentos de Raven: uma sombra abateu-se sobre a cidade de Florença. O inspetor Batelli mantém-se incansável na busca pela ligação de Raven ao roubo de obras de arte de valor incalculável da Galeria Uffizi. E, enquanto o Príncipe persegue um traidor que o ilude a cada passo que dá, torna-se ele próprio alvo de um inimigo mortal… Serão capazes de ganhar esta batalha? Uma coisa é certa, o seu amor terá de permanecer secreto, caso contrário estarão ambos em grande perigo. 


Opinião

Eu acho que nunca fiz a tag "Auto-Buy Authors" (ou secalhar fiz e não me lembro), mas sempre pensei que qualquer coisa que este homem escrevesse iria ser do meu agrado, e não é que este livro estivesse mal escrito, que até estava, mas... Nem sei se hei-de culpar esta maldita reading slump que já se arrasta há imenso tempo, se foi a história que já não me prende o interesse, se foi foi por já ter lido o primeiro livro desta trilogia há algum tempo e já não me lembrar da maioria das coisas.

 



É inevitável fazer a comparação com a trilogia que lhe antecede; esta está muito mais àquem do que eu tinha esperado, considerando que a Gabriel's Inferno é das minhas trilogias preferidas. Eu que odeio repetição das coisas e lembretes do que já aconteceu em livros passados fiquei super grata pelo prólogo que foi uma espécie de "previously on...", porque honestamente as únicas personagens que me lembrava eram a Raven, o William e mais um ou dois.


Na grande maioria do livro não se passou nadinha: ou os pombinhos estavam a acasalar ou a fazer juras de amor eterno que já me estavam a enervar muito sinceramente, porque eles conheceram-se ok, ele protegeu-a lá dos moços que a queriam violar, ok, a Raven foi e contínua a ser altruísta no que toca à irmã, ok, mas e o amor entre eles formou-se platónicamente, foi? Gostava de ter visto um desenvolvimento mais real da relação dos dois, dos motivos que os fizeram apaixonar-se um pelo outro (e não só porque o teu cheiro é fantástico e até nos divertimos na cama). Posso estar a ser exigente de mais, tenho a certeza que já em outros livros aconteceram romances "só porque sim", em que as personagens ficaram um com o outro porque estava escrito nas estrelas ou coisa semelhante, mas esperava um bocadinho mais.

A última parte do livro foi, mesmo assim, mais interessante: uma coisa é ler o William a falar o quão difícil é ser Príncipe e as dificuldades que tem, outra coisa é ler tudo com que de facto ele tem de se preocupar como  daquela vampiradalíder toda.

Já que só falta um livro, lá vou fazer o esforço e terminar a história, até porque ainda não estou tão descontente ao ponto de largar (embora pareça, por esta revisão); talvez se tudo isto tivesse sido num formato de duologia, eu não estivesse tão dessensibilizada.