Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Tormento (Torment)

 

Autora: Lauren Kate

Edição Portuguesa: Planeta Editora

Status: Abandonado

 

Sinopse

O inferno na Terra. É como Luce se sente por estar longe do namorado anjo caído, Daniel. Levaram uma eternidade a encontrarem-se e agora ele diz-lhe que tem de partir. Afastar-se para perseguir os Proscritos - imortais que querem matar Luce. Daniel esconde Luce em Shoreline, um colégio na rochosa costa da Califórnia com estudantes estranhamente dotados: os Nefilim, filhos de anjos caídos e humanos. Em Shoreline, Luce fica a saber o que são as Sombras e como as pode usar por serem janelas para as suas vidas anteriores. Contudo, quanto mais aprende mais suspeita que Daniel não lhe contou tudo. Oculta-lhe qualquer coisa… qualquer coisa perigosa. E se a versão do passado referida por Daniel não corresponder à verdade? E se Luce estiver na realidade destinada a ficar com outra pessoa? Este é o segundo romance desta viciante série Anjo Caído... onde o amor nunca morre.

 

Opinião

Cá está a prova que a sabedoria popular tem sempre razão: uma desgraça nunca vem só. Este 2014 tem sido o ano do abre olhos e do fuck you bitch, porque neste ano é que me calham todos os livros que parecem tão fantásticos a toda a gente e aos quais eu não acho piada nenhuma.

 



Quando, em vez de aproveitar o pouquíssimo tempo que tenho livro, me ponho a ver séries (cujo um episódio demora cerca de 45 minutos) em vez de ler umas páginas do livro, existe uma grande problema. É que se existe tempo para ver dois ou três episódios de seguida, também existiria para sentar o bufufo numa superfície fofa e ler um bocadinho.

O meu modo de leitura desta série, em vez de ser fangirl, é zombie. Sabem quando lêem as palavras mas não vos entra nada? Estou assim desde metade do Fallen (tanto que a partir da cena em que o Cam levou a Luce para o bar e desatou à chapada e ao pontapé, é tudo um nevoeiro pegado, se querem que vos diga nem percebi muito bem como é que o gajo desatou á porrada com todos).

Não posso dizer que li pelo menos metade deste segundo livro, fiquei na página 70 e tal, mas chegou para dizer basta! Peço imensa desculpa a quem gosta desta série, mas para mim não chega. O plot tinha tanto potencial, e morre na praia. A ideia de um amor que nunca acaba, em que ele fica amaldiçoado a não morrer e ela reencarna de 17 em 17 anos para se encontrar com ele e morrer ao se apaixonar é bastante original e prometia muito, mas não vejo a sua concretização nas páginas que li desta autora. Como disse na review do Fallen, não percebi muito bem como é que depois de um manguito, a Luce se apaixonou perdidamente pelo Daniel e o amor entre eles brotou. Mal se conheciam, não houve muita reflexão (apenas obsessão, sempre à volta do mesmo), as vezes que estiveram juntos contam-se pelos dedos de uma mão... Enfim, o título diz tudo.

Até pensei que o problema fosse meu, mas no dia em que decidi por isto de lado, comecei um novo livro e em 20 minutos li mais do que li do Torment durante a semana inteira, so... De facto, a monotonia abunda. Parece o primeiro livro outra vez, numa nova escola, com gente nova, sozinha, o mesmo diálogo... Enfim, chegou a uma altura que me cansei. Não gosto de nenhuma das personagens especialmente, nem me preocupo com os problemas delas, nem com a suposta grande guerra que vem aí, PORQUE TAMBÉM NINGUÉM EXPLICOU DO QUE RAIO SE TRATA (ou eu estava tão zombie que nem tomei atenção...) e estar a adivinhar uma coisa que nem sei se está certa ou não, não faz o meu estilo. Por isso, DO NOT RECOMMEND.

2 comentários

Comentar post