Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

The One

 

Autor: Kiera Cass

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão


Sinopse

The highly anticipated conclusion to Kiera Cass's #1 New York Times bestselling Selection series, The One will captivate readers who love dystopian YA fiction and fairy tales. The One is the perfect finale for fans who have followed America's whirlwind romance since it began--and a swoon-worthy read for teens who have devoured Veronica Roth's Divergent, Ally Condie's Matched, or Lauren Oliver's Delirium. The Selection changed America Singer's life in ways she never could have imagined. Since she entered the competition to become the next princess of Illéa, America has struggled with her feelings for her first love, Aspen--and her growing attraction to Prince Maxon. Now she's made her choice . . . and she's prepared to fight for the future she wants. Find out who America will choose in The One, the enchanting, beautifully romantic third book in the Selection series!

 

Opinião

Esta trilogia foi de facto uma grande surpresa para mim. Sempre fui fã de reality shows e afins, e foi nessa cena do guilty pleasure que eu me meti a ler estes livros (e porque tinham vestidos bonitos na capa e na altura achava que distopia é que era o meu género predilecto). Nunca pensei ficar tão agarrada a esta história, de certo que não era essa a minha ideia no principio.

 

 




Não se ponham a pensar que é a maior obra prima alguma vez escrita, não é. Tem algumas falhas, claro que sim. Existem algumas incoerências e não há tanto desenvolvimento dos personagens como eu gostaria que houvesse. Tal como num reality show, também não é disso que se vai há procura neste tipo de livro.

Mais que nunca, acho que se disser alguma coisa, revelo tudo, e há alguns spoilers que contariam logo a história toda, por isso vou tentar fazer esta revisão o mais curto possivel, o livro também tem pouco menos de 300 páginas, não é assim tanta história a passar-se nesta ultima instancia.

Vi muitas pessoas a queixarem-se da frustração que as atitudes da America causavam, mas honestamente não vi nada disso. O The Elite, nesse aspecto, foi bastante pior, com ela sempre a balançar entre o Aspen e o Maxon. Neste final, vi-a bastante decidida e apenas com receio de tomar as decisões que seriam finais e fundamentais no seu destino. Claro que se sofreram as consequências da prévia estupidez da menina, que podiam ter mudado a história de uma maneira que apesar de não ser aquela que eu queria, teria tornado o final da história uma surpresa completa (e talvez trazer mais hype à trilogia).

Não é daquelas histórias em que eu me preocupasse especialmente com os personagens, apesar de ter um ou outro mais no meu coração que os restante. No geral, é uma trilogia descontraída, sem grandes  cenas muito elaboradas (que se traduzem em todos os momentos, mesmo nas cenas finais, que pelo menos para mim estão bem como estão), uma leitura divertida e bastante leve para desenjoar daquelas fandoms com tanta informação e complexidade.