Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Vida e Morte (Life and Death: Twilight Reimagined)

 

 

Autora: Stephenie Meyer

Edição Portuguesa: Asa

 

Sinopse

Quando Beaufort Swan se muda para a sombria cidade de Forks e conhece a misteriosa e sedutora Edythe Cullen, a sua vida dá uma volta emocionante e aterrorizadora. Com a sua pele de porcelana, olhos dourados, voz hipnotizante e dons sobrenaturais, Edythe é ao mesmo tempo irresistível e enigmática.
O que Beau não percebe é que, quanto mais se aproxima dela, mais se coloca a si mesmo, e àqueles que o rodeiam, em risco. E pode ser demasiado tarde para voltar atrás...
Para comemorar o décimo aniversário de Crepúsculo, Stephenie Meyer escreveu Vida e Morte, uma reimaginação ousada e fascinante da icónica história de amor, que irá surpreender e fascinar os leitores. Esta dupla edição especial inclui um prefácio da autora, bem como o romance original.


Opinião

Uma pessoa percebe que está a ficar velha quando começa a perceber o quão irreal é uma história. Eu comecei entuasiasmadíssima com este livro, a última vez que vi os filmes já foi a algum tempo e ler os livros nem se fala; por isso estava bastante contente por ir reviver a minha adolescência. Só que... Bem, começou um bocadinho pelo nome do protagonista, ninguém se chama Beaufort, pelo amor da santa...

 

Saga Luz e Escuridão (The Twilight Saga)

 

 

Autora: Stephenie Meyer

Edição Portuguesa: Gailivro

 

Sinopse:

Crepúsculo

A mudança de Isabella Swan para Forks — uma cidade pequena do estado de Washington — podia ter sido o passo mais entediante que ela jamais dera. No entanto, quando ela conhece o misterioso e cativante Edward Cullen, a sua vida sofre uma viragem emocionante e aterradora. Até este momento, Edward conseguiu manter a sua identidade vampírica em segredo na comunidade em que vive. A partir de agora, porém, ninguém está a salvo, sobretudo Isabella, a pessoa que Edward mais preza. O casal de namorados dá por si precariamente equilibrado no fio da navalha — entre o desejo e o perigo.

 

 

Lua Nova

Para Bella Swan, existe algo mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Porém, estar apaixonada por um vampiro é mais perigoso do que alguma vez ela poderia imaginar. Edward já salvou Bella das garras de um vampiro maléfico, mas agora, à medida que a sua destemida relação ameaça tudo o que se encontra por perto e todos os que lhes são queridos, eles apercebem-se de que os problemas podem estar apenas a começar...

 

Eclipse

Ao mesmo tempo que Seattle é assolada por uma série de mortes inexplicáveis e um malicioso vampiro continua a sua busca por vingança, mais uma vez Bella encontra-se rodeada por perigo em Eclipse, o terceiro volume da saga de «Twilight». No centro de tudo, ela é forçada a escolher entre o seu amor por Edward e a sua amizade com Jacob, sabendo que a sua decisão poderá atiçar a luta intemporal entre vampiro e lobisomem. Com o final do liceu a aproximar-se rapidamente, Bella tem mais uma decisão a tomar: vida ou morte. Mas, qual é qual?

 

Amanhecer

Para Bella Swan, o amor inelutável por um vampiro enreda-se, de um modo fantástico e terrível, com a realidade perigosamente opressiva. Impelida, num sentido, pela sua paixão intensa por Edward Cullen e, no outro, pela ligação profunda ao lobisomem Jacob Black, Bella enfrentara um ano tumultuoso de tentações, perdas e conflitos que a irá colocar perante um momento final e decisivo. A escolha eminente entre ingressar num mundo tenebroso mas sedutor dos imortais, ou prosseguir uma existência inteiramente humana é o fio do qual se suspendem os destinos dos dois clãs.

Agora que Bella já tomou uma decisão, uma cadeia perturbante de acontecimentos sem precedentes está prestes a desenrolar-se, antevendo efeitos potencialmente devastadores e incomensuráveis. Quando os fragmentos corroídos da sua vida - inicialmente desvendada em "Crepúsculo", e, depois, estilhaçada e dilacerada em "Lua Nova" e "Eclipse" - parecem prestes a sarar e a unir-se num todo, será que irão terminar destruídos... Para sempre?

 

Opinião

Mais uma vez, um pack saga comprimido. E mais uma vez porque eu já li isto há tanto tempo que é capaz de me falharem os pormenores.

 

Nómada (The Host)

Título Em Português: Nómada

Título Original: The Host

Autor: Stephenie Meyer

Lido em: Inglês

 

Sinopse:

Melanie Stryder recusa-se a desaparecer.
O nosso Mundo foi invadido por um inimigo invisível. Os Humanos estão a ser transformados em hospedeiros destes invasores, com as suas mentes expurgadas, enquanto o corpo permanece igual.
Quando Melanie, um dos poucos Humanos "indomáveis", é capturada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Nómada, a Alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, foi avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, recordações demasiado presentes. Mas existe uma dificuldade com que Nómada não conta: o anterior dono do corpo combate a posse da sua mente.
Nómada esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada – Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos do seu corpo, Nómada começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão delatar. No momento em que um inimigo comum transforma Nómada e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida do homem que amam.

 

 

Opinião com Spoilers:


Quando eu vi pela primeira vez o tamanho deste livro na fnac, ia-me dando uma coisinha má. Sim, é, eu sou capaz de ler um livro em dois dias senão tiver mais nada para fazer mas quando vejo um livro com mais de 500 páginas assusto-me.

Eu não gosto de aliens, nem ficção cientifica, nem nada que tenha a ver com extraterrestres (com excepção de Roswell e Star Wars), mas decidi dar uma oportunidade a este livro porque tal como a Stephenie dizia, era um livro de ficção cientifica para quem não gosta de de ficção cientifica. E toda a gente dizia 'como é que alguém que escreve o Crepúsculo escreve um livro tão bom como este?'. Ora, se eu já tinha gostado do Crepúsculo, como é que não ia gostar deste? E tal provou-se. Para mim, este livro foi tão, tão, TÃO!

Ok, no inicio confesso que não gostei nada, MAS MESMO NADA, de uns seres lá vindos não sei de onde, chegarem aqui à Terra e invadirem isto como se fossem quarentonas num concerto do Tony Carreira no Pavilhão Atlântico. Especialmente porque andavam atrás das pessoas como se fossem caçadores em embuscadas. E como não gostei nada, deixei de ler o livro. E só voltei a lê-lo passado um tempo, quando não tinha mais nada para ler. Retomei do ponto onde o tinha deixado, e só posso dizer que não me arrependo de nada.