Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

edições portuguesas #8

ANEXOS

 

Autora: Rainbow Rowell

Edição Portuguesa: Saída de Emergência

 

Sinopse
Beth e Jennifer sabem que alguém está a monitorizar os seus e-mails de trabalho (toda a gente na redação sabe, é política da empresa).
Mas, mesmo assim, não conseguem levar os avisos a sério. Insistem em enviar uma à outra e-mails hilariantes e intermináveis, em que discutem tudo sobre as suas vidas privadas.
Lincoln O’Neill não acredita no seu novo trabalho – ler os e-mails de outras pessoas. Quando se candidatou para “supervisor de segurança na Internet” imaginava-se a combater a pirataria ou a construir firewalls – e não a escrever relatórios entediantes sempre que um jornalista envia uma piada porca.
Um dia Lincoln depara-se com a correspondência de Beth e Jennifer e, apesar de saber que não a deveria ler, é incapaz de resistir às histórias cativantes. Quando finalmente se apercebe de que está perdidamente apaixonado por Beth, já é tarde demais para se apresentar.
Como conseguiria ele sequer explicar
?

 

Opinião

aqui

 

edições portuguesas #7

FANGIRL

 

Autora: Rainbow Rowell

Edição Portuguesa: Saída de Emergência

 

Sinopse
Cath ama os seus livros e a sua família. Haverá espaço para mais alguém?
Todo o mundo é fã dos livros de Simon Snow. Mas Cath vai mais longe: ser fã desses livros tornou-se a sua vida. Ela e a sua irmã gémea, Wren, refugiaram-se na obra de Simon Snow quando eram miúdas, e na verdade foi isso que as salvou da ruína emocional que foi a perda da mãe.
Ler. Reler. Interagir em fóruns, escrever ficção baseada na obra de Simon Snow, vestir-se como as personagens dos livros. Mas essas fantasias deixam de fazer sentido quando se cresce, e enquanto Wren facilmente abandona esse refúgio, Cath não consegue fazê-lo. Na verdade, nem quer.
Agora que vão para a universidade, Wren não quer ficar no mesmo quarto de Cath. E esta fica sozinha e fora da sua zona de conforto. Partilha o quarto com uma miúda arrogante; tem um professor que despreza os seus gostos; um colega atraente mas que apenas fala sobre a beleza das palavras... e, ainda por cima, Cath não consegue parar de se preocupar com o seu pai, tão querido, frágil e solitário.
A pergunta paira no ar: será que ela consegue triunfar sem que Wren lhe dê a mão? Estará preparada para viver a vida em seu nome? Escrever as suas próprias histórias? E se isso significar deixar Simon Snow para trás?

 

Opinião

aqui

 

Fangirl

 

Autor: Rainbow Rowell

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão


Sinopse

Cath is a Simon Snow fan.
Okay, the whole world is a Simon Snow fan...
But for Cath, being a fan is her life—and she’s really good at it. She and her twin sister, Wren, ensconced themselves in the Simon Snow series when they were just kids; it’s what got them through their mother leaving.
Reading. Rereading. Hanging out in Simon Snow forums, writing Simon Snow fan fiction, dressing up like the characters for every movie premiere.
Cath’s sister has mostly grown away from fandom, but Cath can’t let go. She doesn’t want to.
Now that they’re going to college, Wren has told Cath she doesn’t want to be roommates. Cath is on her own, completely outside of her comfort zone. She’s got a surly roommate with a charming, always-around boyfriend, a fiction-writing professor who thinks fan fiction is the end of the civilized world, a handsome classmate who only wants to talk about words... And she can’t stop worrying about her dad, who’s loving and fragile and has never really been alone.
For Cath, the question is: Can she do this?
Can she make it without Wren holding her hand? Is she ready to start living her own life? Writing her own stories?
And does she even want to move on if it means leaving Simon Snow behind?

 

Opinião

Este foi um daqueles livros que ao 3º capítulo já sabia que ia fazer parte dos meus favoritos de sempre. Aliás, eu ao 2º capítulo já tinha chorado duas vezes, por isso estão a ver a minha vida. Não foi a primeira vez que isto aconteceu com um livro da Rainbow, já no Attachments fiquei muito ligada ás personagens logo no inicio. Foi com muita surpresa que acabei este livro, porque mesmo sabendo que me estava a aproximar do final, ainda faltava um grande pedaço na barra final (estava a ler no telemóvel), achei que ainda tinha mais uns capítulos de maravilha pela frente. a minha exacta reacção ao passar o capítulo final (sem saber, coitadinha de mim) e ver 'Aknowlegments' foi: *gasp* NÃÃÃÃÃOOOOO!!!

 

Attachments

 

Autor: Rainbow Rowell

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

Sinopse

"Hi, I'm the guy who reads your e-mail, and also, I love you . . . "
Beth Fremont and Jennifer Scribner-Snyder know that somebody is monitoring their work e-mail. (Everybody in the newsroom knows. It's company policy.) But they can't quite bring themselves to take it seriously. They go on sending each other endless and endlessly hilarious e-mails, discussing every aspect of their personal lives.
Meanwhile, Lincoln O'Neill can't believe this is his job now- reading other people's e-mail. When he applied to be "internet security officer," he pictured himself building firewalls and crushing hackers- not writing up a report every time a sports reporter forwards a dirty joke.
When Lincoln comes across Beth's and Jennifer's messages, he knows he should turn them in. But he can't help being entertained-and captivated-by their stories.
By the time Lincoln realizes he's falling for Beth, it's way too late to introduce himself.
What would he say . . . ?

 

Opinião

Oh... eu já estava a desesperar por ainda só ter lido este ano um livro que me enchesse de sentimentos. Até pensei que fosse um problema meu. É bastante curioso por a menos de 5 capítulos depois de começar a ler, já estar a chorar. Poderia ser um sinal, mas não o interpretei como tal. Oh que alegria! Estou tão feliz e derretida que nem vos consigo transmitir a minha opinião como deve ser.