Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Spoilers

Não há leitor compulsivo que utilize a maravilhosa Internet e não se depare com spoilers. Aliás, nem é preciso a magia da WWW, basta estar com um muguxo mais entusiasta e que já tenha lido "aquela parte" e de repente lá vai ela e sai-lhes da boca tudo o que nós ainda não sabíamos.

Mas nem todas as vezes é assim. Às vezes até somos nós próprios a procurar informação, quando queremos mesmo saber o que vai acontecer e já não aguentamos a ansiedade, e acabamos com informação indesejada que nos estraga os planos.

Então o que é que será melhor, spoilarmo-nos porque queremos saber a resolução de todos os problemas ou ficarmos a encher o balão da tensão para não existirem surpresas armadilhadas? (*cough dimitri strigoi cough*)

 

Não vos vou mentir, a minha série favorita (The Infernal Devices) talvez o seja também devido ao facto de eu nunca, em momento algum, me ter deixado spoilar; deixei que as reviravoltas me chocassem e que as emoções me tomassem por completo e me mandassem ao chão sem dó nem piedade. Isto é tudo muito bonito, mas a verdade é que também é a existência de fandoms na internet que ajuda imenso quando queremos saber das coisas giras que vão acontecer (tipo cenas calientes).

 

Então qual é a forma de ter o melhor dos dois mundos (não, não fui patrocinada pela Hannah Montana)? Qual a melhor maneira de não nos spoilarmos ou spoilarmos os outros?

 

Muita gente evita ler sinopses e revisões para evitar esta praga, mas até que ponto é que isso é benéfico? Entrar à descoberta num livro do qual pouco ou nada se sabe pode ser um bocadinho perigoso, especialmente se o livro não corresponder às expectativas, sabendo que poderíamos facilmente ter evitado um investimento de sentimentos num livro que acabou por não nos levar a lado nenhum com a leitura de uma ou duas revisões.

 

A minha sugestão é ler a sinopse de contracapa e ver apenas as ratings estreladas. Assim, tem-se uma noção do quão 'amado' é um livro (se muitas pessoas gostam, não há-de ser assim tão mau). Quanto à procura do próprio, o melhor é perguntar/dizer que se tem a certeza que se quer ser spoilado, para depois não haver confusões.

 

Gostava de saber a vossa opinião, concordam com os spoilers ou nem por isso?