Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Séries #2 - Abandonadas

Nem sempre a realidade corresponde às expectativas, e isso torna muito difícil continuar a assistir a uma série. Não vou mentir, é algo que me custa, mas com tantas séries para ver e tão pouco tempo, não consigo dar fé de tudo. E com algumas a ficar tolas a cada episódio que passa, não há quem aguente.

 

ABANDONADOS

 

The Walking Dead

Antes de deixar de vez de assistir, já andava há uma temporada a dizer que ia deixar de ver. A cena do Governador e das guerrinhas estúpidas entre clãs pareciam coisas à novela mexicana (e ninguém gota de novelas mexicanas, right?). Foi demais para mim. Gostei de TWD no principio, era uma espécie de sobrevivência da humanidade e tinha zombies fixes e bem feitos (que não há muito disso na indústria do entretenimento) e ataques random que me faziam saltar do sofá. Agora estavam mais focados nas batalhas para descobrir quem é que é mais machão, em vez de lutarem por suplementos (nunca irei acreditar que a gasolina nunca acaba, há sempre gasolina nos carros abandonados -.-). Para mim foi suficiente. Aguentei durante um grande bocado porque queria que descobrissem como raio é que as pessoas se transformam em zombies e como podem parar ou evitar isso, mas pelos vistos não é isso que está a interessar aos produtores, e ya no puedo más.

 




Pretty Little Liars

 

Também fiquei espantada com a minha decisão, mas teve de ser. Já via PLL há quase tanto tempo como TVD e neste momento á vai para aí na 5º temporada e não há maneira de se saber a verdade. Enrolam, enrolam, enrolam... Primeiro a A era a Mona, depois era o Toby, depois afinal era o Ezra que depois se descobriu que ainda não era a/o verdadeira/o A. Nunca ninguém é verdadeiramente o que se acha, e enquanto isso resultava nas primeiras temporadas, agora já começa a ser frustrante o facto de não andarem para a frente com a história e estarem a enveredar por plots secundários que não trazem nada de novo. A minha decisão final aconteceu quando vi que estavam confirmadas mais duas temporadas, e é claro que se estão a pensar nisso é porque ainda vem longe o que realmente os fãs querem saber: quem raio é que as anda a chantagear e porquê.

 

 

Teen Wolf

Odeio lobisomens. mesmo antes de todo o boom vampiresco/licantrope, já odiava lobisomens (faz parte do folclore imaginário da terra dos meus papis, fazer o quê). O estranho é que adoro lobos. Anyway, vi o primeiro episódio porque estava aborrecida e sem nada para ver e não me pareceu nada convincente, mas como muitas das coisas que vejo quando não tenho nada de melhor para fazer, continuei e assim vi a primeira temporada em pouco tempo, que se tornou better than expected. A segunda já vi um episódio aqui, outro ali até que decidi parar porque já não estava a gostar da festa. E depois o tumblr mostrou-me gifs da temporada 3B e eu tive de voltar. Desta é que eu não esperava, adorei a história, a mitologia japonesa (que foi o que me fez dar uma segunda chance à série.. até que a *PIIIIIIIII* morreu E eu não gostei nada, ainda menos do que não perceber o porquê demónio ainda há um plot com o lobo velho.

 

Once Upon a Time

Neguei durante muito tempo esta série, o que é estranho, porque adoro contos de fadas. Não estava a ver como é que a produção iria recontar as histórias que toda a gente conhece sem lhes mudar coisas básicas. entretanto apareceu um incentivo *cough Jamie Dornan* e como não perdia nada, lá fui eu. Vi os primeiros 7 episódios (até o Hunstam morrer) e apesar de não ter achado a série nada de especial, percebo o apelo.

 

 

The Fall

O incentivo anterior também serviu para esta série. ao contrário da anterior, gostei imenso desta. O senão é que eu ficar perturbada com a psicopatia que vai na cabeça do Paul Spector, que não é nada bonita de se ver e dá uma comichões valentes (mas é muito boa a série, ou não seria da BBC).

 

Awkward.

Esta é uma daquelas séries que se vêem quase por obrigação, porque a MTV já não dá mais nada do que séries e reality shows. Pareceu-me cómica, vi umas temporadas, mas como tantas outras começou a descambar para a desgraça e a perder a piada, e perdeu-me uma espectadora.

 

 

Hannibal
Não gosto de coisas de terror, seja paranormal ou tortura. Comecei isto porque já estanto habituada a orgãos e autópsias, achei que estaria apta a ver esta 'excelente série'. E até fiquei surpreendida por confirmar as minhas expectativas, havia cenas horríveis, mas nada para que já não estivesse preparada. O senão foi o psicológico. A cena dos ovos com 'carne' que era 'tão boa' fez-me ter de acabar o pequeno almoço meia hora depois (porque eu sou uma esperteza e decidi que havia de ver uma série destas enquanto como torrada com doce de tomate). E depois veio o episódio com a cena do jardim de cogumelos. E eu adoro cogumelos. E nunca mais consegui comer cogumelos da mesma maneira. É isto.