Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Nas Asas do Tempo (Outlander)

 

Autora: Diana Gabaldon

Edição Portuguesa: Casa das Letras

 

Sinopse

Claire leva uma vida dupla. Tem um marido num século e um amante noutro… Em 1945, Claire Randall, ex-enfermeira do Exército, regressa da guerra e está com o marido numa segunda lua-de-mel quando inocentemente toca num rochedo de um antigo círculo de pedras. De súbito, é transportada para o ano de 1743, para o centro de uma escaramuça entre ingleses e escoceses. Confundida com uma prostituta pelo capitão inglês Black Jack Randall, um antepassado e sósia do seu marido, é a seguir sequestrada pelo poderoso clã MacKenzie. Estes julgam-na espia ou feiticeira, mas com a sua experiência em enfermagem, Claire passa por curandeira e ganha o respeito dos guerreiros. No entanto, como corre perigo de vida a solução é tornar-se membro do clã, casando com o guerreiro Jamie Fraser, que lhe demonstra uma paixão tão avassaladora e um amor tão absoluto que Claire se sente dividida entre a fidelidade e o desejo… e entre dois homens completamente diferentes em duas vidas irreconciliáveis. Vive-se um período excepcionalmente conturbado nas Terras Altas da Escócia, que culminará com a quase extinção dos clãs na batalha de Culloden, entre ingleses e escoceses. Catapultada para um mundo de intrigas e espiões que pode pôr em risco a sua vida, uma pergunta insistente martela os pensamentos de Claire: o que fazer quando se conhece o futuro? Um misto de ficção romântica e histórica, Outlander – Nas Asas do Tempo já foi publicado em 24 países.

 

Opinião

Estava a ver que nunca mais acabava de ler isto. Ou ouvir, para dizer melhor, porque foi o primeiro audiobook e na volta, vai ser dos últimos, porque me apercebi que me perco muito, tenho um limite de atenção muito pequeno, quando dou por ela já passaram 2 capítulos e eu não retive nada do seu conteúdo. O facto de eu também já ter visto a série não ajudou muito.

 



Eu compreendo que haja muita gente a amar este livro, esta série, só que eu... bem, eu gostei, mas não foi motivo de grande histerismo para a minha pessoa, principalmente com o decorrer do enredo final (e para quem já leu o livro, refiro-me à parte em que a Claire "recria" o que foi feito ao Jamie).

Uma das coisas excelentes desta história é a maneira como as personagens vão sofrendo alterações na sua personaidade ao longo do decorrer do enredo. No entanto, são personagens tão complexas que me parece que ninguém se consiga identificar com elas, sendo que este livro, na verdade, se torna um pouco impessoal (o que não é mau, às vezes faz-nos falta ler sobre personagens que não nos são semelhantes, para podermos encarar outros pontos de vista).

Não gosto especialmente da Claire, nem na série, nem no livro, se bem que neste último não é assim tão má. Acho-a teimosa, com am ania que tem sempre razão, e depois fica muito ofendida quando as coisas não lhe correm como esperado e não consegue arcar com as consequências.
Avançando, este enredo tem vários momentos, uns melhorzinhos que outros. Tem muitas referências históricas, que eu desconhecço por completo, e das quais também não me interessei o suficiente para pesquisar, o que tornou a leitura da história um bocadinho dificil de interpretar de vez em quando.

E agora, uma opinião impopular: eu gosto bastante do enredo com o Jack Randall. Não significa que gosto dele, muito pelo contrário, mas acho super interessante a obcessão que ele tem pelo Jamie e a psicopatia que vai dentro daquele homem, é um grande acréscimo à história.

Por fim, tenho a dizer que vou sem dúvida continuar a ver a série televisivas, mas os livros... nem por isso. Espero que a Starz explore bem a história da Gaellis Duncan, da irmã do Jamie (e do seu amor com o Ian, que formaram um casal muito fofo) e o trama entre os irmãos McKenzie. Apesar de só lhe ter dado 3 estrelas, é um livro que recomendo e que acho que cada pessoa deve julgar ao seu jeito.