Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

My True Love Gave to Me

 

Autor: Vários

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

Sinopse:

If you love holiday stories, holiday movies, made-for-TV-holiday specials, holiday episodes of your favorite sitcoms and, especially, if you love holiday anthologies, you’re going to fall in love with MY TRUE LOVE GAVE TO ME: TWELVE HOLIDAY STORIES by twelve bestselling young adult writers, edited by international bestselling author Stephanie Perkins.

 

Opinião:

Vivendo e aprendendo. Não é que tenha sido mau, não foi (na sua maioria), mas... Não sei, colectâneas de contos não é para mim. Ou não me apego suficientemente às personagens, porque o conto é muito pequenino, ou apego-me demais e depois, como é um conto e não continua, fico chateada e/ou triste. 

 




"Midnights" de Rainbow Rowell - 4/5
A Rainbow tem um dom e já começa a deixar de ter piada. Como é que, lendo meia dúzia de frases, já sei que vou gostar da história? É inacreditável, pa... As personagens foram fofas, embora não possa dizer que foram muito desenvolvidas, afial é uma shor story. O Noel, que tem um nome de Natal não sei muito bem porquê, era um bocado player, e alérgico a mil e quinhentas cenas, mas não deixou de ser fofo. A palavra chave para descrever este conto, como já devem ter percebido é: fofo.

 

"The Lady and the Fox" de Kelly Link - 3/5
WTF foi esta história? Eu pensei que isto eram contos contemporâneos, pelos vistos não. Não gostei por aí além dos estilo da escrita, havia lapsos na história... Enfim, eu queria saber porque raio a mãe da Miranda foi presa, que raio se passava com o Fenny, que raio era a 'Lady' e que raio se passava entre os dois, qual a necessidade de criar um triângulo amoroso com o Daniel... A premissa era gira, gostava que tivessem explorado mais.

"Angels in the Snow" de Matt De La Pena - 2/5
O gajo mexicano que tomou conta da gata enquanto passava fome num apartamento todo XPTO e que deixou uma miúda que não conhecia de lado nenhum tomar banho numa casa que não era a dele. Tá-se mesmo a ver o que ia acontecer a seguir. Mesmo com as 'dificuldades' postas no caminho, achei tudo muito óbvio e forçado.

"Polaris is Where You’ll Find Me" de Jenny Han - 4/5

Gostei imenso deste conta, tive pena de ter acabado. Elfos natalícios e uma humana adoptada pelo Pai Natal, todos a confraternizar no Polo Norte. A história estava a agradar-me e estava a achar uma certa piada ao Flynn... O fim é que foi amargo, tipo WTF? beija-la mas dás-lhe a morada de outro rapaz, é bem elfo, é bem.

 

"It’s a Yuletide Miracle, Charlie Brown" de Stephanie Perkins - 4/5
A Stephanie Perkins também tem um dom, mas é diferente do da Rainbow. É que eu com a Rainbow nas primeiras frases já sei que vou gostar do resto, com a Stephanie, primeiro tenho de entranhar e deposi é que fico a gostar. Achei que, para um conto, finalmente alguém decidiu investir em páginas suficientes para se formar a magia em redor da história. Foi também fofinho, ainda que com momentos estranhos (não o conheces de lado nenhum, estás sozinha em casa, convida-o para dentro e diz-lhe que não há mais ninguém!), mas num geral, foi uma boa short story.

"Your Temporary Santa" de David Levithan - 2/5
Eu nem sei o que achar do conto. é que foi tão curto que não deu tempo de criar empatia com ninguém, não deu tempo de perceber nada... Pronto.

"Krampuslauf de Holly Black" - 4/5
Foi giro, muito urbano, fez-me lembrar o Why We Broke Up.

"What the Hell Have You Done, Sophie Roth?" de Gayle Forman - 4/5
Gostei mais do que estava à espera, no inicio comecei receosa, mas fui-me adaptando ao longo do conto e no final, gostei.

"Beer Buckets and Baby Jesus" de Myra McEntire - 4/5
Começou de uma forma esquisitinha, mas foi melhorando com o decorrer do enredo, apesar de terem faltado algumas informações que eu achei que faziam falta.

"Welcome to Christmas, CA" de Kiersten White, "Star of Bethlehem" de Ally Carter e "The Girl Who Woke the Dreamer" de Laini Taylor - ?/5
Não compreendem esta rating? Pois, é que eu não li estes contos. Como já disse anteriormente, descobri com este livro que livros de contos não são para mim. Li 9 dos 12 contos, mas para mim chegou. Apesar de, no geral, as histórias até serem queridinhas e adoráveis (e é saí que vêem as 4 estrelas), acho que a génese do livro está muito mal conseguida, os contos são curtos de mais para que as histórias sejam apreciadas na sua totalidade, é tudo muito à pressa e a correr, por vezes chega a ser forçado e completamente descrepante da realidade... Todos os anos há Natal, pode ser que estes três restantes contos sejam lidos numa outra época natalícia.

Em conclusão, para mim o livro teve mais hype que outra coisa, fiquei desapontada e mais para o fim quase que lia por obrigação, o que nunca é agradável.