Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Leitura Digital (TAG) - V. 2016

Eu já tinha feito esta tag há um tempo. Mas o tempo passou e muito mudou (até rimou xD). E então achei que deveria actualizar as minhas respostas. Então vamos lá

 

1. Que suporte utilizas para ler os teus ebooks? Ereader, tablet ou pc?

Neste momento, eu leio maioritariamente no meu Kobo. Não significa que deixei os livros fisicos de parte, mas sei que 90% das minhas leituras são em formato digital.


2. Quantos ebooks já leste?

Ora bem, da última vez eram 88, deixa-me cá ir ver agora *entra no goodreads* 102. Well... na verdade pensei que já fossem mais, se calhar não fiz a tag assim há tanto tempo (mas também sei que já não leio tanto como por exemplo em 2013)


3. Qual é a língua predominante nos teus ebooks?

Continua a ser o inglês, se bem que cada vez mais tenho livros em português.

 




4. Compras ou aproveitas promoções e livros gratuitos?

Ainda são os livros gratuitos.


5. Aproveitas para ler novos géneros/autores?

Bem, eu tenho vários géneros na minha colecção, mas a verdade é que as minhas leituras são sempre o mesmo: romance, fantasia e histórico. Tenho de mudar isso.


6. Tens ebooks para substituir livros físicos que tens na estante?

Acho que só os livros do Crepúsculo e o primeiro do The Bronze Horseman.


7. Quantos ebooks tens?

Segundo as contas do goodreads, 254 (mais 48 do que da última vez)


8. Qual é o teu maior fornecedor de ebooks?

Continuam a ser os mesmos da última vez xD


9. Aderiste por completo à leitura digital ou ainda vives na época do livro físico?

Continuo na minha: lá por gostar de ler no Kobo, não significa que odeio os livros físicos e não leia mais neste formato; como disse anteriormente não são mutuamente exclusivos.