Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Janeiro - Filmes e Dramas

Este mês, parecendo que não, até foi produtivo. Não pensei nada que tivesse conseguido tanto (sim, é pouco, mas para mim é muito). Bem, vamos lá começar então.

 

Filmes

Maze Runner: The Scorch Trials

Este filme deixou-me tão WTF. Eu adorei o primeiro filme, estava super entusiasmada para este e depois fiquei confusa do inicio ao fim. Já não me recordava muito do primeiro e este segundo foi uma coisa tão a correr que eu nem tive tempo de processar bem as coisas. Quando dei por mim estava chocadíssima por estar a ver um filme de zombies. Enfim, foi uma experiência esquisita, mas já agora tenho de ver o último, para ver se afinal consigo perceber que raio é que se passou.

 

Dramas

Angel Eyes

Eu comecei a ver este drama no dia de Natal, quando as pessoas começam a ir para casa e já não há nada que fazer. Vi dois episódios seguidos, chorei muito e achei que ia ser o drama da minha vida. Não é um drama mau, mas achei que poderia ter sido bem melhor. Na verdade gostei muito mais dos actores do "passado" do que do "presente", e achei que houve muito drama desnecessário (mas pronto, é um melodrama).

 

EXO Next Door

Eu, sem vergonha nenhuma, vi este drama num dia. Mas também com episódios de 10 minutos queriam o quê? Não é que eu seja especialmente fã dos EXO, que não sou, mas gosto de algumas músicas deles e, num dia em que as funções fisiológicas femininas entram em acção, pareceu-me muito bom. A história não é a melhor coisa da vida, nem a mais verosímil, mas é engraçada e deu para rir um bocadinho.

 

Switch Girl

Ora aqui está a minha estreia em dramas japoneses. Eu sou uma grande fã de manga e anime, mas de live-actions... Nem por isso. E este nem estava na minha TBW, mas não sei bem porquê decidi ver e foi tão ridiculamente surpreendente... E acho que a palavra adequada para descrever este drama é mesmo essa, ridículo; e não é que isso seja mau, aquelas caras exageradas e paragens na história para monólogos, como se vê nos animes, resultou muito bem e fez-me dar umas gargalhadas. Sei que existe uma segunda season, mas para já não estou interessada, apesar de ter gostado minimamente desta primeira.