Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Fifty Shades of Grey - Filme

Eu disse que havia uma grande probabilidade de vir a assistir a este filme, afinal se li os três livros, que mal poderia fazer ficar duas horas sentada em frente a um ecrã?

Quero desde já começar por dizer que respeito toda a gente desde que me respeitem a mim.  De modo algum que vou julgar quem pratica BDSM ou que gosta desse estilo de vida, o meu ponto de vista é de alguém que não o faz e por isso algumas das minhas opiniões podem ser tomadas como ofensivas. Cada um faz o que quer dentro dos seus quartos (ou masmorras sexuais), respeito isso, façam o que quiserem, desde que seja consensual entre as duas partes (ou mais, não sei), por mim, divirtam-se, não me peçam é para "compactuar" com algo da qual eu não faço parte, não tenho qualquer interesse e honestamente, nenhuma compreensão do porquê de alguém o fazer. No entanto, não significa que alguém não praticante desse estilo de vida não possa ter gostado do filme ou tenha curiosidade das situações que lá se passam, e isso não é significativo de ser a favor de uma 'rape culture', como eu já vi aí pela internet. Ganhem mas é juízo antes de fazerem acusações desse tipo, são coisas muito graves e tremendamente insultuosas.

 

Depois deste disclaimer enorme, vamos lá à revisão. Eu, ao contrário das bichezas que se reuniram em grupos com amigas e foram todas produzidas para uma sala de cinema, vi o filme em casa, sozinha, por uma questão de curiosidade. Lá diz o ditado, a curiosidade matou o gato, e eu saí traumatizada para a vida.



De relembrar que eu já li os livros há uns bons 3 anos, e já não me lembrava da maior parte das coisas. É assim, se eu dissesse que gostei do filme, estaria a mentir, porque não gostei. Passei mais de metade do filme a pensar 'WTF MAS O QUE É QUE EU ESTOU A VER?? MAS O QUE É QUE ME PASSOU PELA CABEÇA PARA ACHAR QUE IA GOSTAR DE VER ISTO'. Foi esquisito, sim. Mas não foi o que muita gente andava a dizer que ia ser como ver porn no grande ecrã. Eu já vi mais nudez no Game of Thrones, por isso não, a nudez não é um problema (quer dizer é, ninguém gosta de um filme onde só de vê outras pessoas nuas going at it, há sites específicos para isso, vocês percebem). Foram o tipo de situações que lá se passaram que me incomodaram (o que é próprio de alguém que não entende as razões porque alguém se sujeita àquilo).

Os primeiros 30 minutos de filme foram uma mistura esquisita. Havia situações em que eu ficava parva (a escolha entre as mil gravatas cinzentas era realmente difícil, aqueles 375 mordidas que a Anastasia teimava em fazer por razão nenhuma e a maneira como ela ficava a olhar para o Christian como um burro para um palácio), outras em que eu até não estava a desgostar. Muitos dos diálogos não foram tão 'agressivos' e forçados como eu imaginei que fossem, houve momentos cómicos com humor real e situações em que de facto se poderia estar a gerar um paixão.

Eu não gosto da Dakota, de maneira nenhuma e achei a prestação dela realmente fraquinha, tanto nas cenas normais, como nas ditas 'calientes', a mulher quase que tinha um orgasmo só de ele estar a fazer-lhe uma festa na cara. E o Jamie... Quem viu os primeiros episódios de OUAT ou o The Fall sabe que ele é bem melhor actor que o que se viu, mas enfim.

Ao contrário do que vi muita gente a dizer também, não me fez lembrar o Twilight, acho que livro, sendo fanfiction, conseguiu essa proeza muito melhor. Há as incongruências do costume, as coisas que ninguém na vida real diria, as ingenuidades que ninguém tem, como já é habitual. Convenhamos, a Anastasia vê o 'playroom', cheio de amarras e correntes e todos aqueles acessórios, mas depois fica toda ofendidinha porque ele as usa. Então mas ela não estava à espera de quê, que aquilo fosse só decoração?

Resumindo, não foi para mim.