Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Fantasia

Acho que já não é segredo para ninguém que Fantasia é o meu género literário favorito, seguido de Contemporâneo (sempre com muito Romance à mistura). Porquê? Porque este mundo em que vivemos é tão aborrecido que eu preciso de acreditar em cenários muito mais excêntricos e maravilhosos, inacreditáveis e espectaculares.

 

Decidi portanto aventurar-me hoje neste tópico, com a ajuda do mui precioso Goodreads, e vou falar-vos da minha opinião sobre os diversos sub-géneros desta magnifica área (sim, que Fantasia é um universo). A arte neste post não é OBVIAMENTE minha, foi encontrada no deviantart sob pesquisa, procurem também para encontrarem os verdadeiros autores.

 

Dark Fantasy

Termo usado para descrever uma história de fantasia com um elemento de horror pronunciado. Alguns autores e críticos também aplicam o termo para fantasia que apresenta protagonistas anti-heróicos ou moralmente ambíguos.

 

Não conhecia este tipo de fantasia mas honestamente também não fico com curiosidade alguma, uma vez que coisas de terror e horror não é para a minha pessoa.

 

Epic Fantasy/High Fantasy

Subgénero da fantasia que é definido por mundos inventados ou paralelos. O mundo geralmente é internamente consistente, mas as suas regras diferem de alguma forma(s) das do mundo primário.

Toda a gente conhece este género. Senhor dos Anéis, Game of Thrones? Pois, bem me parecia... E por muito que eu queria, não dá. Eu vejo a série Game of Thrones e adoro, mas nego veentemente a leitura dos livros porque para já a série ainda não está acabada e porque aqueles livros são gigantes (se eu até com a série não sei quem metade das personagens são, imagino a lê-las...). Daqui se vê que prefiro ver do que ler este género (se bem que nunca vi o Senhor dos Anéis, por muito que tente acabo sempre a dormir - true story).

 

 




Low Fantasy

Caracteriza-se por ser passado no mundo real, ou num mundo ficcional racional e familiar, com a inclusão de elementos mágicos. 

 

É aqui que eu não sei onde é que um começa e um acaba, porque me parece muito com a Fantasia Urbana, que é dos meus géneros favoritos da Fantasia, por isso se alguém conhecer melhor este género, é favor de gentilmente ceder o seu conhecimento nos comentários.

 

Urban Fantasy

Subconjunto de fantasia contemporânea, composto de romances e histórias com elementos sobrenaturais e/ou mágicos, em conjunto com o mundo real, cenários urbanos contemporâneos - em oposição à fantasia 'tradicional', passada em locais imaginários. Muitos romances de fantasia urbana são contados através da narrativa em primeira pessoa e apresentam seres sobrenaturais como vampiros, fadas, bruxas, demónios e outros elementos do subgénero Paranormal. 

 

 

     * Vampires & Werewolves

 

 

Os vampiros são seres mitológicos ou folclóricos que se subsistem alimentando-se da essência da vida (geralmente na forma de sangue) de criaturas vivas, caracterizados por dentes, geralmente retrácteis, que servem para sugar o sangue. Normalmente mortos por uma estaca no coração e exposição direta à luz solar, muitas vezes repelidos por cruzes e cheiro de alho, abençoados com força e sentidos anti-naturais e desumanos.
Os lobisomens, também conhecidos como um licantropes são seres mitológicos ou folclóricos, com a capacidade de se transformar num lobo ou num lobo híbrido, seja propositalmente ou depois de uma maldição (por exemplo, através de uma mordida ou arranhão de um outro lobisomem).

Acho que não é segredo que a minha 'criatura' favorita são Vampiros. Qualquer dia ainda faço um post só sobre isso, sobre a minha evolução com estes fofos, que ao contrário do que toda a gente acredita, começou muito antes do Crepúsculo (pelo menos para mim). Pelo contrários, os lobisomens são talvez a criatura que eu menos gosto no mundo Sobrenatural, também desde muito pequenina, porque fazem parte de um folclore tradicional que me está mais ligado (lendas lá das terrinhas e afins) e porque, apesar do lobo ser dos meus animais favoritos, o transformar-se em algo completamente fora do controlo humano e da vontade perturba-me bastante.

Das minhas humildes recomendações vampirescas, é claro que para além do já referido, escolho a série Vampire Academy juntamente com o seu spin-off Bloodlines, os livros da Anne Rice (ou pelo menos o filme da Entrevista com o Vampiro que é absolutamente fenomenal), os da L. J. Smith também (que eu tenho muita vontade de ler, mas como dizem que não tem nada a ver com os livros e já vejo o Vampire Diaries há algum tempo, pus de lado), a série Anita Blake, Vamprie Hunter (da qual já ouvi muito boas recomendações, mas são muitos livros), Black Dagger Brotherhood, Dark-Hunter... Podia estar aqui o resto do dia, mas depois não tenho de que falar no tal post que vou fazer só sobre estas bichezas.
Para amigos lobitos, como podem imaginar não estou muito dentro da cena, sei que existe a trilogia The Wolves of Mercy Falls e a Nightshade que não faço a minima ideia se são boas ou más, mas são as que mais tenho apanhado na minha experiência literária virtual.

 

 

     * Angels & Demons

 

 

Os anjos são mensageiros de Deus, ampliado várias noções de seres espirituais encontrados em muitas tradições religiosas. Dos seus vários papéis, os anjos protegem e guiam os seres humanos. Os anjos são muitas vezes representados com asas e auréolas, são seres bondosos e fonte de conforto.
Um demónio é considerado um "espírito imundo" que pode causar possessão demoníaca. Muitos dos demónios na literatura já foram anjos, que caíram do Céu. Na ficção geral, tendem a ser criaturas do Inferno, muitas vezes submissos a Satanás, que trazem desgraça aos seres humanos.

Pelas revisões que andam neste blog, podem ter a leve noção que Anjos e Demónios são o meu segundo subgénero favorito dentro da fantasia Urbana. Não há muito a dizer, isto não é anjinhos no céu a olhar por nós, e é isso que torna mais interessante toda a experiência literária. Recomendação linda: Hush Hush (duh), The Infernal Devices (que embora não sejam bem anjos, estão-lhes realizados), o The Mortal Instruments também... Quanto ao Sweet Evil, fica o nome, mas só quando ler o livro final que sai este ano é que vou decidir a minha recomendação desta série, definitivamente não ao Fallen. O livro que estou a ler neste momento (Daughter of Smoke and Bone) trás uma nova abordagem aos anjos muitíssimo interessante e original, vale a pena espreitar.

 

 

     * Witches & Magic

 

 

 

Bruxinhas voadoras nas suas vassouras com gatinhos pretos a saltitar... Uma bruxa é geralmente retratada no imaginário popular como uma mulher velha, nariguda e encarquilhada, manipuladora de Magia Negra e dotada de uma gargalhada terrível. Mas sabemos que na literatura nem sempre é assim e que tanto existem bruxas más e boas, tal como existe magia negra e branca. Confesso que para além do que este elemente se interlaça noutras obras, nunca li nada em que o protagonismo fosse exclusivo da Magia e de Feiticeiros e Bruxas (sem ser o Harry Potter), mas tenho imensa curiosidade para o The Witching Hour da Anne Rice, o The Night Circus, o A Discovery of Witches, o Beautiful Creatures 8que tem opiniões muito opostas e por isso não sei bem o que hei-de esperar) e o Secret Circle da L. J. Smith, cuja adaptação televisiva foi cancelada.

 

 

 

     * Dragons, Unicorns, Fairies, Mermaids & Ghosts

Ora aqui vem o resto das categorias que eu escolhi das muitas que fazem parte deste universo fantástico.
Dragões são criaturas presentes na mitologia dos mais diversos povos e civilizações, representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano (semelhantes a lagartos ou serpentes), muitas vezes com asas, poderes mágicos ou o poder de cuspir fogo.
Unicórnios são animais mitológicos que tem a forma de um cavalo, geralmente branco, com um único chifre em espiral.
Uma fada é um tipo de ser mítico ou criatura lendária no folclore europeu, uma forma de espírito, mágica, referindo-se eufemisticamente a um  povo pequenino e bom.
Uma sereia é uma criatura aquática lendária com a parte superior do corpo de um ser humano do sexo feminino e a cauda de um peixe.
Um fantasma é a alma ou espírito de uma pessoa morta que pode aparecer, de forma visível ou outra manifestação, à vida.

Depois de todas estas definições que certamente vos alargaram o conhecimento imaginário (porque de certeza nunca tinham ouvido falar destas criaturas), vem a minha humilde confissão de nunca ter lido nada disto. Apesar de ter um fascínio perturbador por sereias, nunca gostei dos filmes de sereias (sim, estou a falar da Pequena Sereia) e no meu imaginário, as sereias são criaturas más que manipulam os marinheiros com as suas canções lindas e fofas e depois BAM! (eu fiquei fascinada com o folclore dos Lusíadas, so sue me...). Não conheço nenhum livro de sereias deste tipo, e se o encontrar vou correr atrás dele. Mas contrariamente ao que parece, eu não sou fã de coisas de terror, e por isso fantasmas também anda naquele limiar não existente na minha vida, existindo apenas na minha TBR o Anna Dressed in Blood (este título, omg, se isto for de terror... :x) e o The Raven Boys. Dragões e Unicórnios idem aspas aspas; é o Eragon que sei que é só de Dragões e mais nada (e mais cedo ou mais tarde vou aproveitar para ler se de facto estiver interessada, porque na altura em que sairam custavam 20€ cada um e agora é por volta dos 13€ no Continente). Por fim, mas não menos importante, e o que me compele mais à leitura, são as fadinhas (não, não são as da Floribella). São um imaginário qu dá para muito, tanto para as fadas guerreiras (como o The Iron Fey) como aquelas que vivem na floresta no meio dos cogumelos e das ervinhas.

E pronto foi isto, digam-me quais as vossas criaturas folclóricas preferidas, as vossas recomendações, ou se não gostarem nada de Fantasia, digam-me o porquê e o que gostam mais de ler!