Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Fangirl

 

Autor: Rainbow Rowell

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão


Sinopse

Cath is a Simon Snow fan.
Okay, the whole world is a Simon Snow fan...
But for Cath, being a fan is her life—and she’s really good at it. She and her twin sister, Wren, ensconced themselves in the Simon Snow series when they were just kids; it’s what got them through their mother leaving.
Reading. Rereading. Hanging out in Simon Snow forums, writing Simon Snow fan fiction, dressing up like the characters for every movie premiere.
Cath’s sister has mostly grown away from fandom, but Cath can’t let go. She doesn’t want to.
Now that they’re going to college, Wren has told Cath she doesn’t want to be roommates. Cath is on her own, completely outside of her comfort zone. She’s got a surly roommate with a charming, always-around boyfriend, a fiction-writing professor who thinks fan fiction is the end of the civilized world, a handsome classmate who only wants to talk about words... And she can’t stop worrying about her dad, who’s loving and fragile and has never really been alone.
For Cath, the question is: Can she do this?
Can she make it without Wren holding her hand? Is she ready to start living her own life? Writing her own stories?
And does she even want to move on if it means leaving Simon Snow behind?

 

Opinião

Este foi um daqueles livros que ao 3º capítulo já sabia que ia fazer parte dos meus favoritos de sempre. Aliás, eu ao 2º capítulo já tinha chorado duas vezes, por isso estão a ver a minha vida. Não foi a primeira vez que isto aconteceu com um livro da Rainbow, já no Attachments fiquei muito ligada ás personagens logo no inicio. Foi com muita surpresa que acabei este livro, porque mesmo sabendo que me estava a aproximar do final, ainda faltava um grande pedaço na barra final (estava a ler no telemóvel), achei que ainda tinha mais uns capítulos de maravilha pela frente. a minha exacta reacção ao passar o capítulo final (sem saber, coitadinha de mim) e ver 'Aknowlegments' foi: *gasp* NÃÃÃÃÃOOOOO!!!

 




A Cath é qualquer coisa. Acho que nunca estive tão ligada a uma personagem. Nem alguma vez pensei que tal seria possível. Para quem tem ansiedade social e é tímida demais, vai passar 90% do tempo de leitura a sentir-se compreendida. É uma viagem tão louca que quase nem tenho palavras. A Rainbow tem este dom de fazer alguém sentir-se confortável na própria pele. E também tem o poder de fazer adorar todas as personagens. O Levi, logo de inicio me fez rir em voz alta e que é das melhores personagens que eu já tive o prazer de ler, a Wren, com a sua doideira e estupidez e tão diferente da gémea, até a Reagan que era uma maluca e no final já era fofa.

As personagens são todas extremamente bem construídas, tal como a história, quase nos esquecemos que estamos a viver num mundo fictício, com personagens que são fruto da imaginação de alguém, tão envolvente é o ambiente para onde somos transportados. Só não gostei do facto de parecer que a Cath é como é devido ao trauma da mãe a abandonar; nem todos são assim por problemas traumáticos (digo eu, que sei).

Deixo o resto do livro para mim, para não vos spoilar, até porque penso que esta história tocará diferentes pessoas de diferentes maneiras. é sem dúvida um livro para todas as fangirls inadaptadas (que há por aí muitas que eu sei), com altos e baixos, com riso, com choro, referências à cultura pop e finais felizes que dão conforto e esperança.

1 comentário

Comentar post