Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Compras de última hora?

Já dizia a minha professora de português do secundário, quem oferece um livro é alguém com muito bom gosto.  E como há sempre alguém que anda à nora e deixa tudo para a última, e muito provavelmente ainda não sabe o que vai oferecer, aqui estão as minhas sugestões para amigos, amigas, pais, avós, filhos, primos e tudo mais. E não, ainda que eu leia maioritariamente em inglês, hoje as sugestões vão ser livros publicados em Portugal, facilmente encontrados na Fnac, Bertrand, Continente ou Jumbo. Tentei dividir isto por grupos etários, mas obviamente que é impossível integrar toda a gente nestas categorias, quem comprar qualquer livro tem de ter a mínima noção da personalidade da pessoa a que vai oferecer esse livro.

 

Crianças, 7 - 9 anos

Qualquer presente para crianças é uma complciação, não é só livros. Há miúdos muito esquisitinhos e outros que já têm os gostos um pouquinho melhor definidos. Para os mais difíceis, recomendo O Principezinho, Antoine de Saint-Exupéry ou qualquer livro da colecção Dicionário Por Imagens (agora há uns muito giros, como de Cavaleiros, Dinossauros, Equipamentos de Estaleiro...). Pessoalmente eu daria alguma coisa com um toquezinho de 'fixe', especialmente se os miúdos virem o Disney Channel: Star Wars Rebels - Chopper Salva o Dia ou qualquer livro do Phineas e Ferb (mas Violetta não, já ando farta disso!). Mas existem sempre aquelas meninas todas femininas e que gostam de princesas e rainhas e tudo mais, e para essas meninas existem imensos livros que falam de princesas (que não é só da Princesa Sofia, se bem que esses também são giros), ou de ballet (normalmente nestas idades as meninas gostam de bailado) ou coisas semelhantes. Para os meninos a coisa também não é muito complicada, qualquer coisa de detectives ou monstros serve. Não quero dizer com isto que não possam oferecer 'coisas' de meninos a meninas e vice versa, mas vocês entendem, é mais fácil para explicar aqui. O que é importante é por-lhes à frente alguma coisa que lhes prenda a atenção, nesta altura não acho que seja fundamental dar-lhes coisas para que se tornem grandes leitores, e sim algo que os faça perceber por eles que os livros também podem ser tão divertidos como a televisão.

E por fim, porque tenho de puxar a brasa à minha sardinha e porque adoro vampiros, acho a colecção Crónicas do Vampiro Valentim e a Novas Crónicas do Vampiro Valentim, de Álvaro Magalhães e Carlos J. Campo, muito interessante também, embora não seja para todos.

 



Não Leitores, 13 - 15 anos

Aqui é que começam os problemas sérios. Estas idades são uma #$%&@ e quando eles embirram que não gostam de uma coisa sem experimentarem só os apetece mandar contra a parede (eu sei porque já me apeteceu fazer isso). O melhor é nem sequer tentar nada do género do Uma Aventura, especialmente se eles não estiverem muito receptivos à leitura. A melhor coisa são os livros da Sophia de Mello Breyner Andresen, não a Menina do Mar e isso, aqueles que exigem um bocadinho mais, como O Cavaleiro da Dinamarca, O Rapaz de Bronze ou A Floresta. Eu considero muito importante não darem um livro que se foque num acontecimento, ou por exemplo numa estação; se lhes dão, por exemplo, um livro sobre o Natal, porque estamos na época e tal, podem perder o vosso dinheiro rapidamente: eles agora têm as prendas mais 'fixes' e querem é absorvê-las o mais depressa possível, não vão ligar nenhuma ao tipo de presentes que não estavam à espera, e se entretanto passa o Natal e eles não lhe pegaram, não é depois no resto do ano que vão querer ler uma coisa que se passa numa outra época.Um dos meus livros favoritos de sempre foi lido enquanto eu estava neste grupo, e foi a História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, por isso aproveitem *wink*.

 

Leitores, 13 - 15 anos

A maioria já leu o Harry Potter. As minhas sugestões nestas idades vão pelo seguro: Eragon, Percy Jackson, Crónicas de Narnia... Eles por eles também descobrem outras coisas que gostam. Só que nem todos gostam de fantasia, e aí é que entram os livros de Uma Aventura, dos 4, 5, 7 ou quantos são os bandos. Separando agora por géneros e também para dar umas sugestões mais contemporâneas: Clube das Amigas (que eu adorava porque tinha uns títulos hilariantes) para fêmeas e Diário de Um Banana para machos.

 

Não Leitores, 16 - 23 anos

Não se ponham com trilogias nem sagas. De maneira alguma eles vão querer ler um livro, quanto mais três ou quatro. A pessoa que está a oferecer tem de ter um bocadinho de sabedoria do tipo de séries que a pessoa vê, isso ajuda imenso a escolher o género literário. A maioria dos livros do John Green já é cá editada e vendem-se em todas as lojas, se já viram o filme de A Culpa é das Estrelas, recomendo que lhe ofereçam outro, mas se não, arrisquem nesse. Um livro que eu pus na minha TBR nesta faixa etária foi After Dark, Os Passageiros da Noite do Haruki Murakami, que ainda não tive oportunidade de ler, mas acho que para um certo de grupo que não vai tanto com fantasia, não é mal pensado. Também não é mal pensado de todo tentarem um livro da Jane Austen, especialmente se eles forem muito da onda de Downton Abbey ou coisas assim do género. Há muita gente que oferece os livros das séries, como o Game of Thrones, mas penso que isso não é muito boa ideia, porque se eles já não lêem e têm a série, não lhes vai apetecer nada começar do principio. Nem clássicos! A Jane Austen é uma excepção, que é uma coisa muito levezinha. A Rapariga que Roubava Livros, O Diário de Anne Frank... Eu confesso que sou um bocado apanhada com a Segundo Guerra Mundial, mas existem imensos stand-alones deste género que podem sair grandes presentes.

 

Leitores, 16 - 23 anos

Aqui é que podem avançar com as coisas mais pesadas, porque eles já gostam de ler. Mesmo a oferecer standalones do género dos do Nicholas Sparks, certifiquem-se que as pessoas gostam de ler e que gostam do tipo de romance de cordel. Fantasia é o que há mais, e da boa! E para quem não é muito dessa praia, Agatha Christie, não há policiais como os dela. Stephen King também, se forem aficionados do género de terror e não se importarem muito com isso. E depois existem as séries, que também vão com os filmes/shows televisivos que vêem. E se gostarem de fantástico, por amor da santa, ofereçam a trilogia inteira dos Caçadores de Sombras - as Origens, não se vão arrepender. Se forem coisas mais do género 50 Sombras, tentem O Inferno de Gabriel, que é mil vezes melhor e não tem nem um oitavo do sexo.

 

Não Leitores, 23+

Digo já, de todos os grupos, este é o mais complicado. Porque nas crianças, vai não vai ainda se consegue por a ler, nos pré-adolescentes o mesmo, mas quem é que obriga um adulto a ler? Pois... Então o melhor é oferecerem livros de não ficção, coisas que lhes apelem aos gostos. O Guia Prático de Maquilhagem é óptimo para mulheres. Biografias sobre bandas musicais, realizadores... Coisas assim do género, nem que seja a Bíblia do Benfica (que eu pessoalmente até gostava de receber).

 

Leitores, 23+

E se o anterior era o mais difícil, este é o mais fácil. Agora já podem dar Game of Thrones à vontade sem terem medo dos receptáculos não o lerem (ou tentarem), e outras fantasias do género de O Senhor dos Anéis, como a trilogia A Crónica do Regicida de Patrick Rothfuss. Para não amantes do género anterior, sugiro livros do Ken Follet, do Daniel Silva, do José Rodrigues dos Santos e do Dan Brown. Ou da Nora Roberts, se for esse o género de preferência.