Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Baralho de Cartas (TAG)

Peço desculpa, mas já não sei onde vi e quem criou esta tag. Se alguém souber, diga-me por favor que eu ponho aqui. Bem, vamos lá!


Ás de Ouros - Ter muitos livros pode ser considerado uma herança. A quem deixarias os teus livros num testamento.

WHAT? Provavelmente a uma instituição de solidariedade ou assim.


Dois de Copas - Um casal improvável com bastante em comum. Junta duas personagens de livros diferentes mas que funcionariam como casal.

Esta foi dificil. O Ed de Why We Broke Up e a Crista de Gabriel's Inferno. Haviam de ser um par jeitoso...

 


Sete de Paus - Depois do trabalho árduo, a recompensa. Aquele livro com uma escrita difícil mas super endoidecedora.

Uma escrita dificil e super endoidecedora? Isso é bom ou mau? Olha, vou pelo bom, que é o Gabriel's Inferno e que me fez render completamente à escrita do autor.


Valete de Espadas - De batalhas é feita a história. Uma passagem descritiva de guerra/batalha que tenhas gostado de ler.

Isto foi durante uma fuga, num livro que tem IMENSA guerra:

“Tania, last time in Morozovo, I let you go, but not this time. This time we live together or we die together.”


Rainha de Copas - Figura forte e cheia de poder. Revela-nos um livro escrito por uma mulher que tenhas gostado muito.

Para não estar sempre a repetir-me, vou escolher outar coisa. Independentemente de ter abandonado o terceiro livro desta trilogia, no primeiro, Daughter of Smoke and Bone, adorei a heroína.


Joker - Num jogo sempre que o Joker aparece o valar das cartas altera-se. Qual foi o autor que entrou na tua vida e mudou muita coisa.
Rainbow Rowell, obviamente.