Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Abandonar um Livro

Quando começo a ler um livro, espero sempre adorá-lo e guardá-lo no meu coração para todo o sempre. Mas a realidade nem sempre corresponde às expectativas e por vezes caio com a tromba no chão e a dor é tal que até dá para tremer.

Por isso, faço aqui um pequeno post de referência e reflexão para vocês e também para mim, apelando ao nosso senso de lógica.

 

Para quê estar a desperdiçar o nosso tempo quando algo não nos faz feliz? Quando está a dar algum programa na televisão do qual não gostamos ou simplesmente quando estamos aborrecidos, pegamos no belo do comando e mudamos de canal. A mesma tática deve ser feita com os livros. Não há nada melhor do que mudar de ares. Insistir numa coisa que nos faz infeliz só piora, e quanto mais tentamos, mais frustrados ficamos e isso só piora o nosso humor.

 

 

O intuito da leitura é proporcionar-nos alegria, não tendências homicidas. Independentemente da opinião dos outros, mesmo que digam para ler um pouco mais, a partir do momento em que por tudo e por nada ficam irritados ou com o diálogo, ou com qualquer outro aspecto (e não confundam com a incerteza do inicio de um livro, é sempre difícil começar um novo universo que desconhecemos), é preferível abandoná-lo do que estar a bater com a cabeça. Com tanta coisa para ler (e não digam que a vossa TBR não é enorme), vamos estar a entretermos com algo que nem nos aquece nem nos arrefece? Também me parece que não! ;D

4 comentários

Comentar post