Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Feel the Pages 2016 Reading Challenge

Como puderam ver pelos posts anteriores, no ano passado fiz o tentei o Desafio da Popsugar, e apesar de não o ter completado, achei muita piada ver em que categorias os meus livros se encaixavam. Este ano, e para que consiga mais facilmente concluir o desafio, decidi fazer uma bricolage de vários desafios, com categorias que ACHO que vou conseguir completar (mais uma vez, tudo ficará ao acaso, na volta nem consigo metade). Fiquem á vontade para também utilizarem este desafio para vocês. Vamos lá então ver!

 

  1. A book at least 100 years older than you
  2. A book based on a fairytale, myth or folklore
  3. A book considered a 'classic'
  4. A book from a series
  5. A book from one of the "Must Read" lists
  6. A book from Oprah's book club
  7. A book in a genre you don't usually read
  8. A book involving an addiction
  9. A book involving royalty - a king, queen, prince, princess etc.
  10. A book nominated for the Goodreads Choice Awards
  11. A book originally written in a minor language (ie. NOT English, Chinese, Spanish, French, German, Italian, Russian)
  12. A book published this year
  13. A book someone gave you
  14. A book soon to be made into a movie
  15. A book that came out the year you were born
  16. A book that everyone is talking about
  17. A book that you couldn't fit into the 2015 challenge
  18. A book that's out of your comfort zone
  19. A book with a cover that drew you in
  20. A book with a hero from a different ethnic group than yours
  21. A book with the point of view of more than one character
  22. A book written by an author of your nationality
  23. A book written by an author with a part of your name (first, middle, last, maiden, nick-)
  24. A book you own but haven't read
  25. A book you saw someone else read
  26. A book you're excited about
  27. A book you've always wanted to read but haven't
  28. A New York Times bestseller
  29. A non-fiction book
  30. An award-winning book

Prioridades 2016

Começo já com o disclaimer habitual, que isto também seja um post de referência para mim, sei que quando me dá na veneta mudo logo de opinião e apetece-me ler mais uns que outros. Mas, de facto, existem alguns livros que têm prioridade na minha enorme pilha de livros para ler, e são esses que vão ter aqui um lugar. Também não quer dizer que não vá ler mais do que estes, porque isso vai acontecer de certezinha, mas pelo menos estes vão integrar as minhas leituras de este ano (ou pelo menos tentar, porque posso levar um barrete e não gostar do livro e desistir a meio; mas não pensemos nisso).

 

 The Night Circus A Court of Thorns and Roses (A Court of Thorns and Roses, #1) The Shadows (Black Dagger Brotherhood, #13)

 

E pronto, para já acho que é suficiente, se depois vejo muitos livros na minha mira começo a dispersar. Partilhem comigo quais as vossas prioridades para este novo ano, quais os livros que estão mais ansiosos para ler?

Balanço Literário 2015 - Desafios, Objectivos e Metas 2016

Mais um post nesta série de revisão de final de ano, desta vez para falar da experiência geral de leitura do ano 2015. Aviso já que vai ser gigantesco este post, por isso é melhor irem buscar umas bolachinhas.

 

First things first. Segundo o meu ano em livros, li 45 livros, 13995 páginas e a minha média de ratings é de 3.7 estrelinhas. Bem, apesar de ser um número relativamente pequeno de livros (em comparação com outros anos), estou bastante contente com o número de páginas lidas. Quanto à média de ratings... Eu sei que sou esquisita, por isso não me espanta que nem às 4 estrelas chegue, até porque não considero 2015 como um ano fantástico de leituras.

Penso que a minha TBR nem diminuiu nem aumentou. Sei que ao longo do ano fui fazendo umas "limpezas" na TBR, mas noutras alturas também fui fazendo adições chorudas, por isso acho que a coisa se manteve (um leitor tem sempre a mesma cruz).

 

Para além do Desafio do Goodreads, tinha-me proposto ao 2015 Reading Challenge, mas vamos falar primeiro do primeiro (get it?) e depois vemos o que eu consegui alcançar no último.

No principio do ano, tal como em anos anteriores, tinha proposto uma meta de 50 livros para o ano, só que depois apercebi-me do quão impossível isso iria ser. Na verdade, foi um o meu ano de finalista, escusado será dizer que foi caótico, entre estágio das 9 às 16h, transportes, relatórios e monografia, o tempo livre era praticamente zero, e o pouco que eu lia era no comboio. E é claro que a pressão começou a aumentar até que cheguei a um ponto em que deixei de querer ler os livros a correr e aproveitar a história de cada um (post aqui).

 

 

Balanço Literário 2015 - Favoritos e Desilusões

Mais uma vez, e à semelhança do ano passado, estou ligeiramente desapontada. Acho mesmo que nada vai superar 2013 em termos de leituras. Mas para já não vou falar dos desafios e objectivos a que me propus, vou deixar isso para o próximo post, onde também vou abordar outros assuntos relacionados com a revisão geral do ano.

 

Para já, vou sim eleger os Oscars e os Razzies dos poucos livros que foram lidos pela minha pessoa este ano. Relembro apenas que, obviamente, o livro que estou a ler já não conta, uma vez que já não o vou terminar este ano. As categorias foram obviamente inventadas por mim, para conseguir falar de tudo o que se passou durante este ano. Então vamos lá.

 

Melhor Trilogia/Série - Apesar de não ter completado muitas neste ano, só poderia ir para a trilogia The Bronze Horseman, da Paullina Simmons, que me fez rir, chorar - muito, diga-se de passagem -, quase ter um ataque cardíaco e me fez ter uma ressaca monumental no dia em que acabei (revisões: The Bronze HorsemanTatiana & Alexander e The Summer Garden)

 

Melhores Surpresas - Eu disse que estava desiludida com este ano, mas agora que vejo bem, até tive umas surpresas agradáveis: achei que Colleen Hoover era super overhyped e adorei o Ugly Love, tal como a Sophie Kinsella, com quem não tinha tido a melhor das experiências anteriormente, e que me fez amar o The Undomestic Goddess (revisões: Ugly Love e The Undomestic Goddess)

 

Melhor Começo de Trilogia/Série - Mais um categoria que tem um escolhido indubitável: o The Raven, do Sylvain Raynard, foi de facto um excelente começo para a história (revisão aqui)

 

 

 

lista para o pai natal - 2015

Há dois anos fiz uma lista aqui no blog para o Pai Natal (podem ver aqui - algumas imagens já não estão disponiveis :/). Não me adiantou de nada, porque não comprei nada do que devia... perdão, o Pai Natal não me trouxe :( mas foi divertido ver o quão consumista uma pessoa pode ser. E embora o ano passado não tenha feito, este ano vou voltar a fazer, por que me apetece xD Desta vez vó só por as fotos (direccionadas para os sites na mesma), mas vou deixar as descrições).

 

Livros

Continuo a ter uma prateleira no Goodreads exclusiva aos livros que tenho de comprar, tornando tudo mais fácil para quem quiser desenbolçar uns eurinhos:

https://www.goodreads.com/review/list/12859811?shelf=to-buy

 

TBR de Dezembro, filmes em época natalícia e outros desenvolvimentos

Isto é que tem sido uma agitação neste blog, hein? *cough* Bem, eu sei que não tenho postado muito, mas verdade seja dita, não tenho tido paciência (e sobretudo inspiração) para postar coisas novas, por isso tenho-me cingido às revisões.

Para começar, podem ver que na barra lateral a parte das listas desapareceu e surgiram quatro novos links na área das redes sociais. Eu não sou super OCD, mas gosto de me organizar, e tinha as listas criadas aqui no blog que já estavam sempre desactualizadas e eram muito mais complicadas de organizar. Assim cada coisa está no seu sitio, se tiverem curiosidade de saber o que é que eu ando a ver/ler dêem um saltinho a esses sites.

 

First things first: leituras. Eu tenho andado meio adormecida e honestamente não estou com muitas esperanças de ler muito neste mês. Quero acabar de ler o livro que estou a ler e ver se começo o The Night Circus, que adiei vezes infindas para poder ler no Natal (sei lá bem porquê, não acho que tenha alguma coisa a ver com o Natal). Pode ser que ainda dê um salto ao livro de contos do ano passado e leia alguns dos que não li.

Se alguém acompanhava aquelas listas que eu tinha aqui no blog, provavelmente viram que  de Mangas/Manhwas andava a ler The Bride of the Water God e depois comecei a ler ao mesmo tempo Midnight Secretary. Neste momento, pus o MS de lado; só li o primeiro volume e apesar de gostar um bocadinho, achei que naqueles cinco capítulos a história desenvolveu-se way too fast e sem razão nenhuma: sim, eu sei que a premissa diz que é um caso de secretária-patrão e ele é vampiro e ela é a super-secretária, mas será assim tão difícil diminuir o cliché das coisas? É que eu gosto de clichés, mas quando ela do nada se apaixona só porque lhe deu sangue duas vezes... Meh, não é o tipo de clichés para mim, gosto de ver o enredo bem desenvolvido. Vou sim concentrar-me no BotWG, que tem um desenho LINDÍSSIMO, cheio de pormenores magnificamente desenhados (só imagino a paciência que a autora deve ter).