Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

2ª Semana de Julho até 2ª Semana de Setembro: Novos Dramas e Alguns Filmes

Não estou nada desiludida com os meus progressos de Verão. 3 filmes, 2 dramas... Não foi mau de todo.

 

Filmes

- Smosh: The Movie: eu presumo que toda a gente saiba do que é que isto se trata, eles são bastante conhecidos na internet. Achei engraçado fazerem um filme, que na verdade me parece um sketch mais alongado. Não foi fabuloso, mas não foi horrível; deixou-me contente, teve a qualidade habitual dos sketchs deles, obviamente com muito mais produção, mas foi engraçado. Especialmente a referência aos Pokemon com os "Magic Pocket Slave Monsters" xD

 

- Magic Mike XXL: presumo também que 99% da população feminina e alguma percentagem da população masculina tenha ido ver este filme por... razões. God... eu sou uma mulher mais feliz depois de ter visto este filme. E não é pelas razões que eu mencionei antes. É que eu começava a achar que já tinha um problema, porque eu desgostei de todos os filmes "sequela" deste verão, mas adorei este, tão ou mais que o primeiro. A banda sonora é boa, a realização é boa (o que é estranho, porque há partida quando se pensa neste filme é logo badalhoquice e afins, mas tem uma produção muito indie), a história... Bem, não há muita história, e a que há não foi muito exploradas, mas o que é que se espera quando se vê um filme destes?

 

- 71: Into Fire: é, a pancada ainda não me passou. Eu decidi que ia ver a filmografai inteira, e já só me falta um (sim, eu vou ver o filme do Iris, eu tenho de saber como é que aquele drama acaba, e duas horas sempre é mais  rápidos que mais 10 episódios). Eu não sou grande fã de filmes de guerra, por isso não posso dizer que ADOREI o filme; achei que tinha uma boa realização, uma boa fotografia e uma boa história, ainda para mais sendo veridica.

 



Drama
- We Broke Up: nunca tinha visto um webdrama. Nem sei se serão todos assim, com episódio tão curtos (~15 minutos). Foi uma experiência. Se calhar o facto de ter visto os 10 episódios num só dia condicionou a minha opinião. As sinopses nem sempre são o que parecem e os tamanho dos episódios não ajudou nem permitiu o desenvolvimento da história. O final é "aberto" e honestamente não sei se isso é bom ou mau. A banda sonora é boa (ou não fosse YG, não é verdade?), acho que fora as músicas que me puseram as lágrimas a correr (e o monólogo).

- Secret Garden: OMG POR ONDE É QUE EU COMEÇO???? Eu achei que nunca ia encontrar nenhum drama para por ao lado do Emergency Couple, mas enganei-me. Aviso já que é daqueles dramas mesmo lamechas, mesmo melosos, daqueles que se olham de lado com a irrealidade do romance. A partir do momento em que se interioriza isso e se está na boa, É DOS MELHORES DRAMAS. Eu conheci este drama com uma paródia, mas nunca pensei que fosse tão bom. É plot twist atrás de plots twist, FRUSTRAÇÃO E RAIVA e vontade de lhes esmagar a cabeça e abraçá-los ao mesmo tempo. É estranho, até porque dizem que é uma história meio à "Cinderella", que eu honestamente não concordo, é mais tipo Bela e o Monstro, e o final foi... Estão a ver aquele meme do "I Cried"? É a única descrição que consigo fazer. Fico marcada com a cena mais bonita que eu vi num drama, com pétalas de rosa a cair do céu (era um sonho, não julguem!):