Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

O Beijo das Sombras (Shadow Kiss)

 

 

Autora: Richelle Mead

Edição Portuguesa: Contraponto

 

Sinopse

A Primavera chegou à Academia de São Vladimir, e Rose Hathaway está quase a graduar-se. Chegou também o momento em que Rose tem de lidar com os seus pensamentos cada vez mais sombrios, o seu comportamento errático, e pior que tudo, ela acha que anda a ver fantasmas... Tudo isto porque teve de matar os seus primeiros Strigoi. E enquanto Rose põe em dúvida a sua própria sanidade mental, novas complicações se avizinham: Lissa recomeça as experiências com a sua magia, o seu inimigo Victor Dashkov pode ser posto em liberdade, e a relação proibida de Rose e Dimitri aquece mais uma vez. Mas quando uma ameaça mortal que ninguém podia prever transforma todo o seu mundo, Rose terá de arriscar a própria vida e escolher entre as duas pessoas que mais ama

 

Opinião

Gosto tanto desta capa portuguesa *.* Não percebo é o porque de estar uma strigoi na capa, mas não faz mal, é linda na mesma.

 




Acho que consigo resumir este livro muito sucinta e rapidamente, até porque ainda não foi totalmente awesome (pelos menos para mim) como todos dizem.

Houve um pouquinho mais romance entre a Rose e o Dimitri e mais tensão também, o que faz com o romance comece finalmente a aumentar ao longo da história. Mas não foi só lamechada. O facto da Rose ver fantasmas e 'sentir' coisas tornou mais interessante toda a sua 'shadow kissness' que até ao momento me parecia tudo muito abstracto.

Vi tanta coisa com o capítulo 23, muito histerismo e gritinhos e feels sobre a cena da cabana e afinal não foi nada de especial! Estava á espera de toda uma cena de fazer o amor muito mais detalhada. O que realmente gostei e que não vi ninguém assim tão entusiasmada com eu foi a cena de luta entre a Roza e o Dimka, precedente à cena do amorzinho. Toda a tensão sexual entre eles transformada em passos de luta e movimentos rápidos, ainda por cima com público a assistir e a babar-se pela luta entre mentor e aluna (também eu me babava) acrescentou o entusiasmo que esta história não teve no principio. Sim, este livro ainda consegue ser um chatinho no inicio, mas lá para meio torna-se interessante.

Continuo sem perceber o que é que o Adrian tem de especial. Tal como a Rose, só existe o Dimitri para mim (mas fiquei muito comovida com o rapazito de olhos verdes no final, mostrou ter o coração no sitio certo - que não é dentro das calças, como ele faz parecer).

ESTE FINAL!!! Eu já me tinha spoilado toda sem querer, mas esmo assim os últimos 3 capítulos conseguiram deixar-me completamente devastada. Estou mortinha para ver o que vem a seguir *.*