Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

My Intimidating TBR Pile [TAG]

Olá, olá. O blog anda pouco movimentado, eu sei, mas ando numa espécie de reading slump meio estranha, que nem é carne nem é peixe, que me faz procrastinar o livro que estou a ler mas que mesmo assim não me faz perder interesse por ele... É esquisito.

Bem, mas hoje trago uma tag (original aqui) sobre livros intimidantes, que ultimamente têm sido muitos, PORQUE AGORA DEMORO UM MÊS PARA LER 200 PÁGINAS ONDE É QUE JÁ SE VIU???

 

1) What book have you been unable to finish?

Dreams of Gods & Monsters, que é talvez o maior arrependimento que eu tenho em termos literários, porque eu gostei tanto do primeiro livro, o segundo já não foi tão espectacular, mas mesmo assim...


What book have you yet to read because...
2) ...you just haven't had the time?

Qualquer um da Jane Austen, que é ridículo porque eu adoro os dois livros dela que li e não percebo o que é me impede de continuar a ler mais


3) ...it's a sequel?

O The Shadows, que é a continuação do The Raven; eu não sei bem porque motivo tenho andado a demorar tanto a ler um livro, mas já deveria ter lido este e como podem reparar, ainda não o fiz.


4) ...it's brand new?

Lady Midnight, que acabou de sair este mês e que ali está na TBR, junto com os outros.


5) ...you read a book by the same author and didn't enjoy it?

Bem, não é que eu não tivesse gostado, mas é do conhecimento público que eu abandonei a série Throne of Glass e que no entanto AMEI o ACoTaR, que pelo menos até agora continua coroado como o melhor livro que li este ano.


6) ...you're just not in the mood for it?

É muito mau, eu sei, mas os livros da Adaga Negra já não são o que eram e eu cada vez mais estou enjoadíssima; só de pensar que no mês que vem saiu mais um...


7) ...it's humongous?

Guerra e Paz, é que nem preciso de outra explicação senão o ser o maior livro que tenho na estante (aliás, eu tenho-o em dois volumes, acho que a maioria tem este livro assim; nem sei se o vendem todo num livro só...)


8) ...because it was a cover buy that turned out to have poor reviews?

O Romance na Toscana foi um cover buy certo, aliás eu só me apetece ler os livros da Elizabeth Adler porque as capas portuguesas são lindas (o que é raríssimo), mas as ratings no goodreads nem chegam a 3.5 e estou preocupada...


9) What is the most intimidating book in your TBR pile?

Sem dúvida o Under The Dome do Stephen King porque 1) é gigante e 2) eu não sou nada fã de terror, por isso estou algo apreensiva, não sei se vai fazer o muito o meu género e depois é tão grande que eu nem sei onde me hei-de meter.


10) Who do you tag?

ora, toda a gente que quiser fazer a tag!

Happenstance

 

Autora:  M.J. Abraham

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

 

Sinopse

Victoria Rivera never expected to be a divorcee by the age of 25. She was supposed to spend the rest of her life with Eric, the handsome, successful lawyer who promised her the world. When the unthinkable happens, Victoria swears to herself that she will not be so easily duped again. Heartbroken and lost, she decides that she needs a fresh start, in a new city, far away from everything and everyone from her old life.

After getting burned the first time, the last thing on Victoria’s mind is love. But happenstance leads her to a chance encounter with Jared, a sexy, kind-hearted veterinarian who is determined to get under her skin and in the way of her plans.

Can she learn to open herself up again and give love a second chance? Or will her past get in the way of any future with Jared?

Sometimes what you are not looking for finds you anyway.

 

Opinião

Parece que este é o ano em que a minha TBR vai deixar de ter os livros mais antigos. Finalmente, depois de tantos anos na TBR, eu consegui ler este livro, que na verdade não tem razão nenhuma para não ter sido lido até agora: é minúsculo, é um contemporâneo sexy, não tem ratings terríveis... Enfim, foi preguiça mesmo.

Honestamente, a review nem vai ter parte desdobrável, porque o livro é tão pequenino que não dá para dizer muito sem spoilar. É o típico romancezinho cliché, daqueles completamente... Quando eu penso em "chick-lit" é isto que me vem à cabeça. Muito bom para ler na praia/piscina, apesar de eu o ter lido no Inverno. A escrita é muito fácil, nada complicada, o inglês é super acessível. Bom para descontrair e sair da rotina literária.

Fevereiro: Filmes, Dramas e Séries

Fevereiro, ainda que com mais um dia do que na maioria dos anos, não foi me deu um grande avanço em termos de entretenimento visual americano. A maioria das séries em hiatus voltou, e para meu agrado Grey's Anatomy está melhor que nunca. Na verdade estou só a realçar esta série porque apesar de gostar imenso e de já acompanhar desde os seus primórdios, às vezes parece que "empalidece" em relação às outra séries que vejo, mas de um momento para o outro dão-se daquelas reviravoltas meio WTF e fico totalmente obcecada novamente.

 

Neste mês consegui ver um filme, nem sei como, mas consegui. Já há uns tempos que me tenho afastado dos filmes, mas num dos terríveis dias de chuva que teve o mês passado decidi que ia ver o Kill Bill e vi, sempre ouvi imensas coisas boas e ainda não tinha visto. De um modo geral, não posso dizer que não gostei do filme, porque não foi mau, mas esperava uma coisa diferente. Gostei da banda sonora e da fotografia, mas a história é um bocadinho "agressiva" demais para o meu gosto e as explicações não são totalmente dadas. O final deixou-me em bicos dos pés com aquele cliff-hanger e apesar de não ser para já, tenho de ver o Kill Bill Vol. 2 para saber tudo.

 

Agora é a altura em que as pessoas que não são fãs de asianices podem sair.

 

The Shadows

 

Autora: J. R. Ward

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

 

Sinopse

Trez “Latimer” doesn’t really exist. And not just because the identity was created so that a Shadow could function in the underbelly of the human world. Sold by his parents to the Queen of the S’Hsibe as a child, Trez escaped the Territory and has been a pimp and an enforcer in Caldwell, NY for years- all the while on the run from a destiny of sexual servitude. He’s never had anyone he could totally rely on... except for his brother, iAm.
iAm’s sole goal has always been to keep his brother from self-destructing- and he knows he’s failed. It’s not until the Chosen Serena enters Trez’s life that the male begins to turn things around... but by then it’s too late. The pledge to mate the Queen’s daughter comes due and there is nowhere to run, nowhere to hide, and no negotiating.
Trapped between his heart and a fate he never volunteered for, Trez must decide whether to endanger himself and others- or forever leave behind the female he’s in love with. But then an unimaginable tragedy strikes and changes everything. Staring out over an emotional abyss, Trez must find a reason to go on or risk losing himself and his soul forever. And iAm, in the name of brotherly love, is faced with making the ultimate sacrifice...

 

Opinião

Eu nunca pensei chegar a este momento, onde estou tão desiludida com um livro da BDB. Para começar, os personagens que protagonizam este livro não me tinham prendido a atenção nos livros anteriores, por isso não estava muito entusiasmada para começar esta nova aventura. Foi sem dúvida por culpa de não ter lido nada da série o ano passado que iniciei este calhamaço. Má decisão.