Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Balanço Literário 2015 - Desafios, Objectivos e Metas 2016

Mais um post nesta série de revisão de final de ano, desta vez para falar da experiência geral de leitura do ano 2015. Aviso já que vai ser gigantesco este post, por isso é melhor irem buscar umas bolachinhas.

 

First things first. Segundo o meu ano em livros, li 45 livros, 13995 páginas e a minha média de ratings é de 3.7 estrelinhas. Bem, apesar de ser um número relativamente pequeno de livros (em comparação com outros anos), estou bastante contente com o número de páginas lidas. Quanto à média de ratings... Eu sei que sou esquisita, por isso não me espanta que nem às 4 estrelas chegue, até porque não considero 2015 como um ano fantástico de leituras.

Penso que a minha TBR nem diminuiu nem aumentou. Sei que ao longo do ano fui fazendo umas "limpezas" na TBR, mas noutras alturas também fui fazendo adições chorudas, por isso acho que a coisa se manteve (um leitor tem sempre a mesma cruz).

 

Para além do Desafio do Goodreads, tinha-me proposto ao 2015 Reading Challenge, mas vamos falar primeiro do primeiro (get it?) e depois vemos o que eu consegui alcançar no último.

No principio do ano, tal como em anos anteriores, tinha proposto uma meta de 50 livros para o ano, só que depois apercebi-me do quão impossível isso iria ser. Na verdade, foi um o meu ano de finalista, escusado será dizer que foi caótico, entre estágio das 9 às 16h, transportes, relatórios e monografia, o tempo livre era praticamente zero, e o pouco que eu lia era no comboio. E é claro que a pressão começou a aumentar até que cheguei a um ponto em que deixei de querer ler os livros a correr e aproveitar a história de cada um (post aqui).

 

 

Balanço Literário 2015 - Favoritos e Desilusões

Mais uma vez, e à semelhança do ano passado, estou ligeiramente desapontada. Acho mesmo que nada vai superar 2013 em termos de leituras. Mas para já não vou falar dos desafios e objectivos a que me propus, vou deixar isso para o próximo post, onde também vou abordar outros assuntos relacionados com a revisão geral do ano.

 

Para já, vou sim eleger os Oscars e os Razzies dos poucos livros que foram lidos pela minha pessoa este ano. Relembro apenas que, obviamente, o livro que estou a ler já não conta, uma vez que já não o vou terminar este ano. As categorias foram obviamente inventadas por mim, para conseguir falar de tudo o que se passou durante este ano. Então vamos lá.

 

Melhor Trilogia/Série - Apesar de não ter completado muitas neste ano, só poderia ir para a trilogia The Bronze Horseman, da Paullina Simmons, que me fez rir, chorar - muito, diga-se de passagem -, quase ter um ataque cardíaco e me fez ter uma ressaca monumental no dia em que acabei (revisões: The Bronze HorsemanTatiana & Alexander e The Summer Garden)

 

Melhores Surpresas - Eu disse que estava desiludida com este ano, mas agora que vejo bem, até tive umas surpresas agradáveis: achei que Colleen Hoover era super overhyped e adorei o Ugly Love, tal como a Sophie Kinsella, com quem não tinha tido a melhor das experiências anteriormente, e que me fez amar o The Undomestic Goddess (revisões: Ugly Love e The Undomestic Goddess)

 

Melhor Começo de Trilogia/Série - Mais um categoria que tem um escolhido indubitável: o The Raven, do Sylvain Raynard, foi de facto um excelente começo para a história (revisão aqui)

 

 

 

lista para o pai natal - 2015

Há dois anos fiz uma lista aqui no blog para o Pai Natal (podem ver aqui - algumas imagens já não estão disponiveis :/). Não me adiantou de nada, porque não comprei nada do que devia... perdão, o Pai Natal não me trouxe :( mas foi divertido ver o quão consumista uma pessoa pode ser. E embora o ano passado não tenha feito, este ano vou voltar a fazer, por que me apetece xD Desta vez vó só por as fotos (direccionadas para os sites na mesma), mas vou deixar as descrições).

 

Livros

Continuo a ter uma prateleira no Goodreads exclusiva aos livros que tenho de comprar, tornando tudo mais fácil para quem quiser desenbolçar uns eurinhos:

https://www.goodreads.com/review/list/12859811?shelf=to-buy

 

Marcadores de Natal

Não, eu não me pus a fazer camisolas de lã com motivos pixelados. Mas foi quase! Estes marcadores que vos trago hoje foram feitos com muito cuidado no excel, graças à grande ajuda de imagens do Google. E també, levam uma cana doce só porque sim. (carreguem para ver o tamanho original)

 

     

Alegria de Natal [TAG]

Há milénios que não fazia uma tag. E quando vi no youtube (original aqui), pensei logo que tinha de a fazer. E como estamos em época natalícia, generosidade e paz, até decidi traduzir as perguntas. Vamos lá!

 

1) Antecipação: O entusiasmo natalício é real, qual(is) publicação estás a antecipar mais?

Para 2016, o livro que estou a antecipar mais é o segundo livro da trilogia (?) Florentine, e que é o The Shadows. Gostei imenso do primeiro livro e quero mais.

2) Canções de Natal: Que livro ou autor merece louvoures?

Bem, não é que seja uma autora assim dizendo, quer dizer, ela é autora, mas não é de livros, é de mangas. Se eu falar Sailor Moon, alguém conhece? Pois, para mim, a autora que merece todo o tipo de elogios e louvores e Naoko Takeuchi.

3) Casas de Gengibre: Que livro ou séries tem uma "construção" maravilhosa?

Eu pareço um disco riscado, porque em todos os tags e mais alguns eu menciono The Infernal Devices, mas o que é que eu posso fazer?

4) Um Conto de Natal: Clássico favorito ou um que queiras ler.

Respondo ás duas, o meu clássico favorito é O Monte dos Vendavais e o clássico que eu quero muito ler é o Jane Eyre.


5) Doces de Natal: Que livro adoravas receber no Natal?

O livro que eu queria comprar já o comprei (After Dark, Haruki Murakami), mas não doía nada se alguém me quisesse oferecer o Sob a Redoma (Stephen King).


6) Velas à Janela: Que livro te dá um sentimento de conforto?

Nem a prepósito, mas neste momento só me lembro de Um Conto de Natal, tenho imensas memórias com esta história e todos os anos vejo a adaptação da Disney (com o Mickey!).

7) Árvores de Natal e Decorações: Quais são algumas das tuas capas favoritas?

(estou a notar um padrão de letras grandes em fundos paisagísticos...


8) Alegria de Natal: Quais são algumas das tuas coisas favoritas relativas ao Natal e/ou algumas das tuas memórias natalícias.

O Natal é o meu feriado favorito, desde que eu me lembro. As minha memórias acho que são muito parecidas com as da restante população, quando era mais miúda era o pai natal e brinquedos e enfeitar a árvore e hoje que já sou um bocadinho mais velha (mas não imenso criança).. Bem, não tenho uma resposta muito concreta, mas a magia natalícia perdura e continuo a adorar esta época (e sim, ainda adoro montar a árvore de natal).

Pág. 1/2