Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Halloween Book Tag

É o Dia das Bruxas! MUAHAHAHAHAHAH Não sei porquê, acho imensa piada a este feriado, mesmo sendo uma medricas de todo o tamanho. Nem sequer sei se esta tag será a mais apropriada para eu responder, mas enfim... Vi-o no canal da Sasha, que tem todas as informações no dublidu.

 

1. Favourite horror book?

Eu acho que nunca li um livro de terror o.o

 

2. Scariest moment in a book you’ve read?

Como disse, acho que esta tag não é apropriada para mim, eu tendo a fugir um bocadinho do terror e dos thrillers psicológicos também...

 

3. Would you or have you ever dressed up as a book character for Halloween?
Claro que me vestiria!

 

4. What do you think your favourite character would dress up as for Halloween?
OMG... Neste momento a Cat iria vestir-se de Kim Kardashian, de certeza, e depois o Levi era o Kanye e já podiam fazer umas Emergency Dance Parties muito mais apropriadas.

 

5. What is your favourite kind of horror? (gore, psychological thriller, spooky)
Eu não gosto de terror, não percebo como é que há gente viciada nisso (se calhar porque fico sem dormir), mas de todos os géneros de terror o que eu aguento melhor é sem dúvida o gore, porque muitas vezes ou não me mete nojo *cough anatomia patológica* ou porque é muito mal feito e imediatamente me parece irreal.

 

6. If books were as cheap as candy, which ones would you give out to trick-or-treaters?
Olha que coisa maravilhosa! Num mundo perfeito, iria distribuir trilogias The Infernal Devices como se não houvesse amanhã.

 

7. Halloween to-read list?
Não tenho nenhuma TBR especifica, embora tenha uma prateleira no Goodreads de terror e outra de mistério.

 

8. Recommend some Halloween reads!

Recentemente descubri um livro que se baseia numa lenda urbana asiática onde muitos filmes de terror foram buscar elementos (como o The Ring e o The Grudge) - e convenhamos, o que é que é mais assustador que terror asiático? nada! - e que pelos vistos vai ser uma duologia? trilogia? não percebi. Anyway, o livro chama-se The Girl from the Well e embora a sinopse seja mais "justa" (ela não mata toda a agente, só o maus), promete ser mesmo daquelas histórias para uma pessoa usar fraldas.

A Fada do Lar (The Undomestic Goddess)

 

Autora: Sophie Kinsella

Edição Portuguesa: Livros d'Hoje

 

Sinopse

"Chamo-me Samantha. Tenho vinte e nove anos. Nunca na vida usei o forno para fazer pão. Não sei coser um botão. Sei é reestruturar contratos de financiamento de empresas e salvar os trinta milhões de libras do meu cliente."
Samantha é uma advogada bem-sucedida em Londres. Trabalha o dia todo, não tem vida doméstica, e só se preocupa em encontrar um companheiro. Habitualmente tem êxito sobre pressão e adrenalina. Até que um dia...
comete um erro. E o erro é tão grave que acaba por destruir a sua carreira. Fica tão desnorteada que ao sair do escritório, apanha o primeiro comboio que vê e, quando se apercebe, não sabe onde está. Ao pedir indicações numa grande e bonita casa, é confundida com alguém que tinha sido entrevistada para o cargo de governanta e, sem mais nem menos, é-lhe oferecido o emprego. Não faziam ideia que estavam a contratar uma advogada licenciada em Cambridge com um QI de 158, muito menos que Samantha não faz sequer ideia como funciona o forno.
E o desastre acontece. O caos instala-se quando Samantha luta com a máquina de lavar... com a tábua de passar a ferro... e tenta cozinhar cordon-bleu para o jantar.


Opinião

Já não sei se é do conhecimento público, mas eu tinha um problema com a Sophie Kinsella desde o Louca por Compras; eu tinha adorado o filme e depois quando fui ler o livro foi o que foi. E desde então tinha ficado com uma má impressão da autora. Mas por algum motivo toda a gente adora os stand alones dela, e eu decidi voltar a dar-lhe uma oportunidade. Foi a melhor decisão que eu fiz nos últimos tempos.

 

Shadowhunters Teaser Talk

Bem, já não postava à séculos... A verdade é que nem tenho lido assim tanto nem visto assim tanta televisão para vir aqui contar tudo. Mas entretanto inscrevi-me no Letterboxed e no TVShowTime, que me têm dado um jeitaço a organizar-me *wareztuga, fazes tanta falta*. Mas não é para isso que aqui estou hoje. Acho que ainda não me tinha pronunciado sobre este assunto, sobre a adaptação televisiva destes livros, porque 1. O filme foi uma decepção e 2. WTF O DOMINIC É O JACE MAS ELE ERA O CHRISTIAN NO VAMPIRE ACADEMY (outro filme que foi um fail).

 

Só que entretanto sairam dois teasers, que são bem mais que só o simbolo em computador que saiu na primeira vez.

 

 

 

 

The Twilight Tag

Já faz 10 anos, não pode ser... Bem, para mim ainda não são 10 anos desde que li pela primeira vez o Crepúsculo (vai fazer em Dezembro 7 anos) mas mesmo assim, como é que o tempo passou tão rápido? Ainda parece que ontem andava toda saltitante e obcecada e já lá vai tanto tempo... Falem o que quiserem, mas eu sinto que para uma percentagem grande da população que foi adolescente nestes anos, o Crepúsculo marcou a vida dessas pessoas de uma maneira inigualável. Vi este tag no canal Another Bennet (informações todas na caixinha de informações do vídeo), ninguém me tageou mas eu sou abelhuda e super twi-hard, por isso...)

NOTA: só por causa das coisas vou desencantar a Banda Sonora do primeiro filme para ouvir enquanto faço isso (sim, que eu fui o tipo de fã que teve de ter todas as bandas sonoras dos filmes, os scores dos filmes e ainda fiz o download das playlist da Stephenie Meyer).

 

1 - Qual o teu livro/filme favorito?

O meu livro favorito é sem sombra de dúvidas o primeiro, pela história em si e porque tenho memórias maravilhosas (ficar super fascinada pelo Edward levar a Bella a jantar, ler 50 páginas num dia, fazer um blog só sobre o twilight - que está privado, escusam de ir à procura).

O filme, embora goste muito do primeiro, acho que gosto um nadinha de nada a mais do segundo (oh meu deus, acabou o supermassive black hole e começou a dar o decode, acho que vou chorar T_T)

 

2 - Como tem sido a tua experiência com o Twilight?

Eu tenho a história de como eu conheci o Crepúsculo no tal blog, vou lá buscar e colar aqui no final deste tag para se estiverem interessadas. O Twilight Chronics (supostamente seria Chronicles, mas... com tanto fangirling aos 15 anos nem reparei que o inglês não era o correcto, também nunca ninguém se queixou) foi sem dúvida uma parte importante da minha vida, eu vivia para publicar naquele blog; conheci pessoas com as quais ainda falo hoje, outras que já não, participei na promoção oficial do filme do Lua Nova cá em Portugal, numa entrevista para o Expresso, descobri a maravilha que é o fanfiction.net, descobri livros e filmes maravilhoso/horríveis que os actores dos filmes gostavam (e se eles gostavam eu tinha de gostar - omg que vergonha, uma pessoa com 15 anos é tola xD)... Enfim, o Twilight influenciou tanto a minha vida que a este ponto acho que mais de 50% dos meus gostos em termos de entretenimento se devem a esta história.

 

All Soul's Night

 

Autora: Jennifer Armitrout

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

Sinopse

I have reached my breaking point. And now I will not, cannot be stopped. With the Soul Eater on the verge of god status, it's time for me to take a final stand, even if it means losing everything I love. Even if it means losing my life.I've got plenty of power on my side, and some I didn't know I could count on in the first place. But it's nothing compared to the army of the undead the Soul Eater is building up. And time is running out.
They say that good always triumphs over evil. I hope that's true. Because the odds aren't in our favor, and the fate of the world is in our hands.

 

 

Opinião

Bem, já está. Confesso que estou um bocadinho apática. Tenho a sensação que se não tivesse lido estes livros, não teria perdido nada. E não é que desgoste da história, porque até gostei, mas... Como já disse em revisões anteriores, o Soul Eater para mim não é um vilão em condições. Provavelmente foi o que condicionou que gostasse deste último livro.

 

Desafio do Goodreads - O Porquê da Mudança

Nada vai superar o ano de 2013. Foi o ano em que eu "voltei" à leitura, e consegui num só ano ler 58 livros. Sem ter de andar a adicionar graphic novels e mangas e afins. E nos anos que se sucederam vi-me sempre obrigada a alterar o meu número de livros ou adicionar bandas desenhadas, que me parece sempre que é um bocadinho de batota.

Eu já sinto ansiedade o suficiente e a vida só em si já me traz stress que chegue, não preciso de andar preocupada com o cumprir ou não de um número, se me estou a atrasar e consequentemente não desfrutar do que é o livro que estou a ler por o querer ler à pressa.

 

E por isso que decidi voltar aos primórdios dos meus anos de leitura, em que demorava um mês a ler um livro, mesmo que agora seja mais rápida. Assim, consigo desfrutar da história, apreciar os pormenores e o enredo em geral, sem andar a pensar no que eu vou ou não conseguir ler. O que será, será.