Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Estojo para Marcadores

Ah, o regresso às aulas, aquela altura por que ninguém espera nem está desejoso. Mas a verdade é que, querendo ou não, ela chega e trás um lufada de organização por trás. Mas não só são lápis e canetas que precisam de estar arrumadinhos para serem fáceis de encontrar, os marcadores dos bookworms também (nem todos temos um marcador de aço todo bonitinho, a maioria são aqueles de cartão). Por isso, desta vez, e apesar de ser originalmente direccionado para canetas, vou trazer-vos um tutorial para fazerem um estojo onde poderão meter os vossos marcadores e manterem-nos organizados e num só sitio.

 

Fonte: Vanilla Craft Blog

Marcadores - Fandoms

E como marcadores nunca são demais, hoje mais uns quantos para adicionarem á vossa colecção. Desta vez, relacionados com livros (que são a melhor coisa do mundo :D). Enjoy! (carreguem para ver em tamanho original)

 

  

 

 

 

 

Sweet Reckoning

 

Autora: Wendy Higgins

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão

 

Sinopse:

It’s time.
Evil is running rampant and sweet Anna Whitt is its target. Nobody knows when or how the Dukes will strike, but Anna and her Nephilim allies will do anything necessary to rid the earth of the demons and their oppressive ways.
The stakes are higher than ever, and Anna is determined that the love she feels will be her strength, not a liability. But trying to protect the ones she loves while running for her life and battling demonic forces proves to be perilous—especially as faces are changing and trust is fleeting. When the Duke of Lust sends Anna’s great love, Kaidan Rowe, to work against her, Anna must decide how much she’s prepared to risk.
In the most sensual and fast-paced installment yet, Sweet Reckoning brings all the beloved Neph together one last time to fight for their freedom.

 

Opinião:

Pude finalmente comprovar aquela que todos chamam 'maldição do segundo livro'. Este, apesar de não ter sido tão bom como o primeiro, esteve bem perto e com uma e outra coisa menos boa lá mais para o final, conseguiu ser uma boa conclusão da trilogia.

 

Taylor Swift (TAG LITERÁRIO?)

Quando eu vi isto, até me ia cuspindo. Como é que há um tag literário com a Taylor Swift? Eu nem sei... Não posso dizer que seja a maior fã da rapariga, nem gosto nada dela (como pessoa, como artista gosto bastante), mas vamos lá. Quem quiser responder, considere-se tagado. Eu vi este tag no canal da Kat, que tem as informações todas no dublidu dela.

 

1. We Are Never Ever Getting Back Together - um livro ou série de que estavas certa que amavas mas depois quiseste acabar a relação com ele.

Daughter of Smoke and Bone. É, eu sei que é estranho, mas como já expliquei na minha revisão, os últimos instalamentos desta série não foram aquilo que eu tinha pensado que eram.


2. Red - um livro com uma capa vermelha.

The Elite


3. The Best Day - um livro que traga nostalgia.

ohhh tantos... The Perks of Being a Wallflower. Li-o num Verão só porque sim e lembro-me perfeitamente que adorei cada minuto desse Verão (incluindo os momentos de leitura)


4. Love Story - um livro com um amor proíbido.

isso é metade da minha biblioteca... mas, pronto vá. Bloodlines (aquilo ao inicio era proibido ao inicio, com ela Alquimista e ele Vampiro).


5. I Knew You Were Trouble - um livro com uma personagem má que não pudeste deixar de gostar.

City of Heavenly Fire. Aquele final bateu forte cá dentro quando o 'Sebastian' já era o Jonathan de olhos verdes. 


6. Innocent (por causa do Kanye West!) - um livro que alguém te estragou o fim.

Eu há bastante tempo que tenho cuidado para não me deixar spoilar por ninguém (só por mim e pela Internet)


7. Everything Has Changed - um personagem que sofra grande desenvolvimento.

Hmm isto mão é um livro, é um manda, mas estou a ver aqui nas estantes do Goodreads e não posso deixar de pensar nela. A Hachi (e todos os personagens em geral) de Nana sofreram um imenso desenvolvimento desde o primeiro capítulo deste manga - não é por acaso que Nana é o meu manga favorito de sempre.


8. You Belong With Me - um livro muito antecipado.

Tirando o Bloodlines e o BDB, neste momento não estou a meio de nenhuma série, e a espera por esses não é assim tão antecipada. Neste momento estou á espera que saia o último livro da trilogia Mara Dyer para poder ler de maratona, já que dizem tanto bem..


9. Forever and Always - o casal literário preferido.

Really (҂⌣̀_⌣́)ᕤ Não consigo escolher uma OTP, sorry


10. Come Back, Be Here - o livro que menos gostavas de emprestar, por medo de o perderem ou de sentires muitas saudades dele.

Não os tenho em formato físico (é o que vale), mas por nada emprestava algum livro a trilogia The Infernal Devices e o Fangirl.

11. Teardrops On My Guitar - um livro que te fez chorar muito.

(ahahahah, a primeira música que eu ouvi da Taylor, muito antes dela ser famosa, que saudade....) oh já disse, ver resposta de cima, é igual xD


12. Shake It Off - um livro que ames tanto que tens de afugentar os haters.

Twilight <('o'<) ^( '-' )^ (>'o')> Fazer o quê, não é verdade? v( '.' )v

Colorindo Literatura

Mais um desafio de tag, desta vez criado originalmente por the mistery's garden. Esta tag divide-se em duas partes: a primeira para responder a 10 perguntas que correspondem a 10 cores e a segunda para mostrar 10 livros com as lombadas da mesma cor das respostas anteriores. MAs, e como eu leio muito no ereader sem ter noção das cores das lombadas, vou só fazer a primeira parte, que pro si só já chega.

Vermelho - A cor da paixão: Um livro com um romance arrebatador, de tirar o fôlego, e/ou com um romance que adoras.

Gabriel's Inferno :3


Laranja - A cor quente: Um livro cuja ação se passa no Verão ou numa praia, à beira-mar, etc.

Breathe da Abbi Glines, que já teve revisão neste blog, mas eu depois apaguei (continua no Goodreads).


Amarelo - A cor mais alegre de todas: Um livro cujos protagonistas ou algumas das personagens secundárias mais importantes são crianças.

The Book Thief


Verde - A cor da Natureza: Um livro ideal para se ler ao ar livre.

Qualquer um, duh! xD


Azul - A cor fria: Um livro cuja ação decorre numa época fria e/ou um livro cujo autor não mede as palavras e que tenha uma escrita crua e capaz de ferir o leitor (responder a uma ou às duas é opcional).

A Russia parece-me bastante fria, e o Blood Promise passou-se lá, so...


Roxo - A cor da magia: Um elemento de fantasia característico de um mundo literário que gostas (pode-se escolher outro mundo, como distopia, se nunca tiver lido fantasia)

As runas dos livros da Cassandra Clare


Lilás - A cor da imaginação: Um livro - ou livros - cuja imaginação do autor não revela limites.

Harry Potter


Cor-de-Rosa - A cor mais doce: Um romance leve e divertido.

Anna and the French Kiss, como se eu fosse escolher outro...


Preto - A cor negra, a ausência de luz: Um livro que aborda um tema pesado ou um livro muito escuro.

Forbidden


Branco - A cor clara, a presença de luz: Um livro com um final feliz que te agradou ou não.

Lover Unboud, que apesar de ter um final 'feliz' não me satifez.

Séries #1 - A Seguir

Eu disse que as férias traziam novidades, e cá está a nova rubrica do blog. A verdade é que, apesar de gostar imenso de livros (não se nota nem nada), gosto de ficção em geral (seja séries ou novelas ou afins). A partir de agora, uma vez por mês (se calhar mais até) vou trazer-vos umas listas com coisinhas giras relacionadas com as histórias que me apaixonam (e que não têm de ter necessariamente páginas).

 

Vou arriscar ao dizer que 99% das pessoas que gostam de ler livros também gostam de ver séries e filmes (em modo obsessivo). Acertei? É bem possível, porque normalmente fazemos parte de um grupo que é viciado em histórias, em imaginação e em ficção. Assim, começa então um novo segmento neste blog, que é o fiction adiction e é onde eu vou falar da minha experiência relacionada com as histórias de ficção fora do universo literário.

 

Hoje vou falar um pouquinho das série televisivas que neste momento estou a acompanhar. Vou apenas incluir aquelas que vi desde o primeiro episódio e que tenho seguido até agora, aquelas que vejo ocasionalmente ficam para outro post, bem como séries que abandonei, animes, mangas... Comecemos!

 

Game of Thrones

 

Esta é a série que toda a gente conhece. Aquela que por muito que se fuja, ninguém escapa. Assistindo ou não, já toda a gente sabe que existem dragões e que o Inverno está a chegar há não sei quanto tempo. Comecei a ver esta série já não sei bem como nem porquê, e apesar de só saber o nome de metade das personagens (como o resto do público que vê isto), estou completamente viciada (mas não o suficiente para me por a ler os livros). É pena que só haja uma temporada por ano com meia dúzia de episódios, que parece que nunca satisfazem realmente os fãs. Tem uma excelente produção e acho que nem é preciso mencionar o quão magnifica é a história, ainda que gostasse que fosse um bocadinho mais rápida, às vezes perco-me e tenho quase a certeza que não sei os plots todos. O meu conselho para quem ainda não começou a ver a série é PAREM JÁ, NÃO O FAÇAM! Pelo que sei, a história ainda vai muito atrasada em relação aos livros, que embora ainda não estarem terminados, têm de certo bem mais conteúdo. A partir daí podem ver a série, porque confesso que deve ser bastante complicado produzir imagens correspondentes ao imaginário nas cabeças.

 

 

Pág. 2/2