Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

Férias

Pois é, eu vou de férias e o blog também! Mas é só durante o meu querido mês de Agosto. Decidi não colocar os post programados, como faço na maioria, porque depois também não tenho possibilidade de ver os comentários e gerir a página. Por isso, neste mês o blog descansa um pouco e volta em Setembro carregadinho de revisões literárias (que eu espero que sejam muitas) e outras novidades.

 

 

 

The One

 

Autor: Kiera Cass

Sem Lançamento em Portugal aquando da Revisão


Sinopse

The highly anticipated conclusion to Kiera Cass's #1 New York Times bestselling Selection series, The One will captivate readers who love dystopian YA fiction and fairy tales. The One is the perfect finale for fans who have followed America's whirlwind romance since it began--and a swoon-worthy read for teens who have devoured Veronica Roth's Divergent, Ally Condie's Matched, or Lauren Oliver's Delirium. The Selection changed America Singer's life in ways she never could have imagined. Since she entered the competition to become the next princess of Illéa, America has struggled with her feelings for her first love, Aspen--and her growing attraction to Prince Maxon. Now she's made her choice . . . and she's prepared to fight for the future she wants. Find out who America will choose in The One, the enchanting, beautifully romantic third book in the Selection series!

 

Opinião

Esta trilogia foi de facto uma grande surpresa para mim. Sempre fui fã de reality shows e afins, e foi nessa cena do guilty pleasure que eu me meti a ler estes livros (e porque tinham vestidos bonitos na capa e na altura achava que distopia é que era o meu género predilecto). Nunca pensei ficar tão agarrada a esta história, de certo que não era essa a minha ideia no principio.

 

 

Mudanças de Capa

Nunca se julga um livro pela capa, mas a verdade é que os olhos também comem e de certeza que sabendo pouco sobre um livro, não lhe vamos pegar se a capa for horrenda.
Bem ou mal, as editoras acabam por escolher a imagem de marca, e às vezes até as reformulam totalmente. Só que isso nem sempre dá bom resultado, especialmente quando uma série ainda não está terminada (nos stand-alones não há este problema, não têm de combinar com nada), e hoje trago-vos então exemplos do que para mim correu bem e não tão bem nestas alterações:

City of Bones

 

Pode parecer que não, mas a minha relação com esta série não é muito estável: tanto a adoro como desgosto dela. COm a saída do filme (que foi uma desilusão), soube logo que iam mudar as capas dos livros (que eu não gosto nada, sorry not sorry) para as do filme. Apesar de não ter a certeza se esta nova está em Portugal, sei que a do poster do filme está, porque tentam sempre colar um filme ao seu livro... Enfim, mesmo assim, adorei esta capa com a cidade de Nova Iorque e o bi-plano que fizeram, está magnifico e espero bem que transformem todas as capas da série em análogos desta.

 

Emojis Literários

Isto é tudo muito lindo quando se fazem as tags, mas depois quem não tem iPhone lixa-se (tipo eu). Vi este tag neste canal (quem tem todas as informações dos criadores no dublidu dela). Então de que é que se trata este tag? Era ir ver quais os 5 emojis mais utilizados nas conversas e para cada um deles escolher um livro. Como já disse, não tenho iPhone, mas isso não significa que no meu dia a dia não utilize caracteres para descrever as minhas emoções (e quando estou no facebook, uso os bonequinhos, maioritariamente o das raposas e o dos minions), e então esta tag vai ser um bocado adaptada à minha situação (e secalhar às vossas situações, que os iPhones cá em Portugal são caros como tudo).

 

xD - este é provavelmente o emoticon que eu mais uso. não há uma conversa em que eu não o use, e se não estiver lá, então algo está mal (estou furibunda). uso-o normalmente quando estou com um smirk na cara, nem é sorrir, nem é a rir, é entre eles. um livro que me deixou assim com um sorriso enviesado foi o The Indigo Spell, que teve muita sassiness e foi divertido de ver a relutância da Sidney a ser contrariada pelo Adrian.

 

*.* - também um dos mais usados, normalmente quando alguma coisa é fofa. um romance fofo assim que me lembro de repente foi o Attachments, muito cutchi-cutchi-cu.

 

T_T - este é o smile dos feels, do desespero. e que mais livros é que me deram a maior quantidade de feels a não ser os do The Infernal Devices?

 

:c - quando quero parecer sabichona ou orgulhosa/convencida. um livro que eu gosto bastante de referenciar para impressionar as pessoas é o Monte dos Vendavais, que não é muito fácil de gostar ou compreender o porquê de alguém o fazer (e eu gosto, so :c)

 

^^ - este uso-o quando quero ser mais malandra e fazer umas piadas sexys ou uns trocadilhos mais perversos. um livro mais sexy que eu nunca referencio é o Whispers in the Dark, que é pequenino mas tem muito qualidade e é bastante sensual.

Pág. 1/2