Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

feel the pages

uma fangirl obsessiva compulsiva opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção

sobre o blog

uma fangirl obsessiva compulsiva decidiu fazer um blog onde opina e partilha a sua experiência sobre livros de ficção, alguns já existentes em portugal, alguns ainda em tradução e outros sem lançamento previsto nesta miniatura de país.

remember. (QUASE) TODAS AS REVISÕES TÊM SPOILERS, POR ISSO BE AWARE!

choices choices

Esta semana o blog está muito paradinho... sabem porquê? Porque existe uma coisinha que se chama 'exames'. Sim, eu sei, na faculdade existem cadeiras que se podem fazer por frequências MAS a minha faculdade é diferente das outras e por isso eu sou obrigada a fazer exame a todas as disciplinas. É, as minhas férias ainda estão distantes. No entanto não é por isso que deixo de ler; é certo que demoro mais porque leio um ou dois capítulos por dia, mas parar nunca paro..

 

Apesar de estar a ler o primeiríssimo livro que a minha querida Jessica Bird escreveu (Leaping Hearts), ainda estou de ressaca com o final do The Infernal Devices. Por essa razão preciso de começar a ler uma nova saga ASAP, tenho de ter um fandom novo que me anime e me dê borboletas na barriga e me tire desta tristeza.

 

Assim, fui ao random.org e inseria algumas das series que me atraem mais neste momento e carreguei no randomize. E isto foi o que aconteceu:

 

 

Já sabem o que vou andar a ler depois de acabar a história da A.J e do Devlin ^^ E vocês, o que é que vos vai acompanhar nestes dias quentes (ou não) de verão?

Book Boyfriends

ocorreu ua mudança subtilzinha. porque não me dá muito jeito andar sempre a escrever sobre um namorado imaginário novo, decidi pô-los na barra lateral; sempre é mais fácil para os visitantes verem e não estarem para aqui a ler um testamento infinito sobre razões pelas quais eles integram uma lista. tenho a certeza que quem tiver lido os livros, sabe tão bem como eu o porquê deles serem fantásticos ;D

Na Sombra do Destino (Lover Mine)

 

 

Autora: J. R. Ward

Edição Portuguesa: Casa das Letras

 

Sinopse

Os romances da Irmandade da Adaga Negra, de J. R. Ward, apresentaram aos leitores um mundo diferente, criativo, obscuro, violento e completamente incrível. Enquanto os guerreiros vampiros defendem a raça dos seus assassinos, a lealdade de um macho para com a Irmandade será posta à prova – e a sua perigosa natureza será revelada.
John Matthew percorreu um longo caminho desde que o encontraram a viver com os humanos, desconhecendo, por completo, a sua natureza vampírica. Quando foi resgatado pela Irmandade, ninguém podia imaginar qual era a sua história ou a sua verdadeira identidade. Na realidade, Darius, o Irmão caído, retornou, mas com um rosto diferente e um destino completamente marcado. Quando uma violenta vingança pessoal arrasta John até ao coração da guerra, ele terá de contar não só consigo próprio mas também com quem ele foi antes. Só assim poderá enfrentar e erradicar o mal encarnado.
Xhex, uma assassina symphath, há muito que lutava contra a atração que sentia por John Matthew. Já tendo perdido um amante para a loucura, ela não permitirá que nenhum outro homem que ame fique preso na escuridão da sua vida perversa. Contudo, ambos descobrem que o amor, tal como o destino, é inevitável para as almas gémeas.

 

Opinião

Tinha tantas espectativas para este livro... Desde que apareceu na história, o John Matthew sempre foi o meu favorito. Esperava um final feliz muito mais feliz do que dramático para ele. E honestamente, não são assim tão fã da Xhex quanto isso.

 

Acho de extrema importância este livro ser um seguimento contínuo do Lover Avenged e não uma histórinha que se passou após não sei quantos meses. Para mim não me fez diferença, porque eu li um a segui ao outro, mas para quem teve de esperar, de certeza que toda a euforia da Xhex ter sido raptada pelo Lash se perdeu nos meses.

 

Anjo Mecânico (Clockwork Angel)

  

 

Autora: Cassandra Clare

Edição Portuguesa: Planeta Editora

 

Sinopse

A magia é perigosa, mas o amor é ainda mais perigoso. Quando Tessa Gray, uma rapariga de dezasseis anos, atravessa o oceano para se reunir ao irmão, o seu destino é a Inglaterra do reinado da rainha Vitória e aventuras aterrorizadoras aguardam-na no Mundo-à-Parte de Londres, onde vampiros, bruxos e outras personagens sobrenaturais palmilham as ruas iluminadas a gás. Apenas os Caçadores de Sombras, guerreiros que se dedicam a livrar o mundo de demónios, conseguem manter a ordem no caos. Raptada pelas misteriosas Irmãs Escuras, membros de uma organização secreta chamada Clube Pandemonium, Tessa depressa fica a saber que também pertence ao Mundo-à-Parte e que possui uma habilidade rara: o poder de se transformar, quando quer, noutra pessoa. Além disso, o Magister, a figura misteriosa que dirige o clube, tudo fará para reclamar o poder de Tessa para si. Sem amigos e perseguida, Tessa refugia-se junto dos Caçadores de Sombras do Instituto de Londres, que juram encontrar-lhe o irmão se usar o seu poder para os ajudar. Em breve se sente fascinada, e dividida, entre dois amigos: James, cuja beleza frágil esconde um segredo mortal, e Will, um rapaz de olhos azuis, cujo humor cáustico e temperamento volúvel mantêm toda a gente da sua vida à distância… ou seja, toda a gente menos Tessa. À medida que a investigação os vai arrastando para o âmago de uma conspiração tenebrosa que ameaça destruir os Caçadores de Sombras, Tessa percebe que poderá ter de escolher entre salvar o irmão e ajudar os seus novos amigos a salvar o mundo… e que o amor pode ser a magia mais perigosa de todas.

 

Opinião

Acabei de encontrar o céu. Só pode. Como é que é possível que esta maravilha seja escrita pela mesma autora do The Mortal Instruments? Deve ser com certeza bruxaria. O Magnus deve andar metido nisto (por acaso...).

 

Pág. 1/2